La Cantinella: tem de tudo a toda hora

Postos de conveniência são a Meca dos viajantes, mas tem muita gente da Serra Gaúcha mesmo pegando 470 pra descobrir o que tem de tão bom no La Cantinella, que não se pode resumir como restaurante, lancheria, confeitaria ou empório.

IMG_3233

Já parei na passagem pra levar um pedaço de queijo e uma baguete

IMG_4581

Já saí de casa só pra tomar um gelato: R$ 7,00 a bola

IMG_3244

Já provei da enorme e magnânima pizza caseira que, na verdade, é feita com pão colonial.

IMG_3224

IMG_3251 Tem uma infinidade de coisas pra comprar também: de vinhos a geleias, passando por molhos, massas importadas e caseiras, temperos, especiarias e até panelas.

Faltava almoçar no restaurante de Comida Afetiva do La Cantinella, o que se pode fazer a qualquer dia da semana porque o bom de postos de conveniência é que o atendimento é de domingo a domingo. Buffet livre no almoço com faixa de preço de acordo com o dia da semana: R$ 29,90 de segunda a sexta; R$ 34,90 aos sábados; R$ 39,90 aos domingos.

IMG_4572

Qual não foi a minha surpresa ao chegar no segundo andar, onde funciona o restaurante, e bater o olho no carrinho de preparar massa na hora! Você escolhe o tipo de massa, o molho, complementos e temperos: tudo incluso no buffet livre. É muito útil porque resolve o problema dos restaurantes de buffet daquele macarrão sempre passado do ponto no réchaud.

IMG_4574

IMG_4576A grande mesa de saladas frescas é bem convidativa também e, no buffet quente, panelas de ferro garantem sabor à polenta mole, carne de panela, o feijão bem temperado e outras receitas dignas da casa da nossa vó. Sobremesa havia, mas troquei por mais um gelato. Deixei o limoncello para a próxima também!

La Cantinella Cozinha Afetiva

Nota no Google: 4,5 de 5,0

Nota no Foursquare: 8,1 de 10 (a nota se refere aos lanches e armazém. Não há notas suficientes para pontuar o La Cantinella Cozinha Afetiva)

Nota no Trip Advisor: 3,5 de 5

BR 470 Km 225, Garibaldi

(54) 3461-7474

Aberto todos os dias. Para o almoço, de segunda a sexta, das 11:30 às 14:30; sábados e domingos, das 11:30 às 15:00

Facebook: clique aqui!

Comente

Comente

O que o Culinarismo provou de melhor nesse semestre

Um suspiro e passou metade do ano. Já deu uma olhada nas suas metas pra 2017? Alguma promessa saiu do papel? Para o Culinarismo, foram dias de muitas descobertas gastronômicas. Listei meus cinco lugares preferidos do semestre – não é um ranking….estão por ordem alfabética e todos os cinco merecem a visita!

 

Bar Secreto Wine&Beer

Caxias do Sul

Bom para beber com qualidade

DSC_3325Prateleiras forradas de vinhos pra todos os bolsos, uma carta de cervejas escolhidas a dedo pelos proprietários e torneiras geladas de chopp. Não importa a escolha, o lugar é perfeito pra espairecer. No menu, carnes, legumes e hambúrgueres: tudo tendo a grelha como base de preparo.

 

Osteria Del Valle

Vale dos Vinhedos

Bom para almoçar

  DSC_3281

Entre tantas opções de restaurante estilo “sequência italiana”, o novo Osteria Del Valle realmente se diferencia. Dá pra perceber a assinatura do chef Álvaro da Silva no menu, que vai de foccacias de fermentação natural a capeletti de pato, passando pelo simplesmente inesquecível risoto de cordeiro. Prove esse e peça mais!

 

Ovelha Café

Bento Gonçalves

Bom para bater um papo

IMG_8351

Quatro variedades de grãos, cinco métodos de filtragem e infinitas razões pra conhecer. As tortas são feitas com carinho e ingredientes caseiros, como o doce de leite de produção própria. Sanduíches delícia pra acompanhar o bate papo no meio dos livros completam a cena. Beba água no filtro de barro – é de graça! <3

 

Sapore&Piacere

Bento Gonçalves

Bom para almoçar

DSC_3142

Revisitei o elogiado bistrô da chef Márcia Dalla Chiesa pra falar das comemorações de seus 10 anos, que serão em breve. Não há dúvidas de que é o melhor almoço trivial de Bento Gonçalves, com toda aquela mesa de antepastos que já valem por uma refeição.

 

Wine Up Miolo

Vale dos Vinhedos

Bom para uma tarde de sol

IMG_4028

O espaço novo do Wine Garden Miolo segue a mesma proposta de wine bar ao ar livre, mas, em vez de tapetes ao gramado, aqui teremos refeições mais elaboradas. Ainda em sistema de soft open, o espaço terá uma parilla e um forno de barro para o menu que vai valorizar a comida de fogo. O cenário é estonteante. Pode confiar!

Comente

Comente

A doceria afetiva do Amo-te Lisboa

Eu sempre acreditei que a gastronomia é um genuíno vetor de expressão cultural. O ritual da refeição, os ingredientes, os temperos, a maneira como a tradição dos povos passa de geração em geração por meio da comida. Isso não fascina você? Pois a mim, muito. Neste fim de semana, a inauguração oficial da doceria Amo-te Lisboa em Bento Gonçalves me colocou num contato direto com a minha ascendência portuguesa, que vem de minha vó materna, de sobrenome Paredes.

IMG_4339

Foi uma tarde de fados conduzida pelo grupo Alma Lusitana. Primeiro, me deliciei com a melancolia da clássica expressão musical portuguesa e só depois fui ver do que se tratava a comida. Lugar simpático essa doceria, com alguns dos principais exemplares dos doces conventuais que têm os ovos e amêndoas como ingredientes de destaque. O preço é atrativo considerando o sabor.

IMG_4333

Provei ali o mais crocante pastel de Belém a R$ 6,00.

IMG_4334

E também um delicado Pastel de Santa Clara, também por R$ 6,00.

 

 

 

IMG_4341

Enquanto isso, estava ao forno uma indescritível empada de Bacalhau, coisa realmente inesquecível, por R$ 7,00. Só de digitar já me enche de água a boca.

IMG_4332

O espaço criado na Serra Gaúcha pela doceria com sede em Porto Alegre é uma graça. Falta um vinho pra botar a conversa em dia com os amigos, o que convidaria o cliente a permanecer mais tempo no lugar. Hoje, as opções de bebidas se resumem a cafés e vinho do porto.

IMG_4344

Fico muito contente que a Serra Gaúcha possa receber de braços abertos a gastronomia do mundo. É sabido e indiscutível o sucesso da comida italiana por aqui, mas o mundo não tem fronteiras e sempre tem lugar pra um doce português no coração da gente!

 

Amo-te Lisboa

Rua Tietê, 15, bairro São Bento, Bento Gonçalves (RS)

Aberto de segunda a sábado, das 9:30 às 18:30

Facebook: clique aqui!

Nota no Google*: 4,6 de 5,0

Nota no Foursquare*: 9 de 10

Nota no Trip Advisor*: 4,5 de 5

*(notas da loja de Porto Alegre. A filial ainda não possui avaliações suficientes para pontuar)

Comente

Comente

Grandes cervejas e pizza fininha no Basilico Pub

 

Pubs são um ambiente inspirador para “jovens adultos” como eu. Aprecie minha argumentação: a música é indiscutivelmente boa, a cerveja é selecionada e o status quo permite degustar dois ou três copos botando o papo em dia e estar de pijama no sofá antes do badalar das 22. Isso que é sapiência, gente (risos).

IMG_4234

Tão simpático o novíssimo Basilico Pub, em Bento Gonçalves, que inaugurou não faz muitos dias e já promete eventos quinzenais para os amantes da boa cerveja na Serra Gaúcha. Se bem que o espírito cervejeiro do lugar é altíssimo mesmo num dia comum. Acabei brindando a primeira noite do inverno não com uma taça de merlot, mas com um belo pint de White Ipa.

IMG_4250

A diversão do Basilico Pub está nas sete torneiras disponíveis para meio pint ou pint inteiro, além de toda a carta de cervejas especiais: de Helles a Stout. Pra comer mesmo, só tem duas opções: é pizza ou empanada chilena.

IMG_4227

Grande pedida considerando que a pizza é a receita de massa finíssima que há anos o Basilico vende congelada na sua Casa Gourmet. Esta da foto é um exemplar de copa com figos, perfeitamente complementada pelas pimentas De Cabrón.

IMG_4240

E as empanadas chilenas são a receita de Doña Margarita, que já postei no Culinarismo e que vem ampliando seu repertório graças ao sucesso de crítica. No pub, tem as versões de cogumelos com bacon, tradicional de carne, gorgonzola com cebola e essas trouxinhas de chocolate meio amargo que foram a sobremesa do Culinarismo.

 

Sobre música, uma merecida menção à parte, porque levantei três vezes pra pagar a conta e três vezes voltei a sentar porque a trilha sonora emendava um clássico do rock em outro, sem preterir as grandes bandas nacionais e de vez em quando permitindo uma pitada dos popstars que eu amo, como Michael Jackson.

IMG_4231

Acrescente-se a isso a diversão de ficar observando o arsenal de quadros que forra as paredes com grandes bandas e cervejarias do mundo. Valeu a esticadinha de hoje depois do trabalho!

 

Basilico Pub

Gen. Góes Monteiro, 290,  Bento Gonçalves

De quarta a sábado, das 17h às 23h

Informações no Facebook do Basilico

Comente

Comente

Temporada de sopas no Cobo Wine Bar

Está começando oficialmente a temporada das lareiras, dos casacões e vinhos encorpados. Uma sopa bem feita e quentinha é bem-vinda e o inverno no Cobo Wine Bar tem uma novidade deliciosa pra ninguém usar o frio como desculpa pra hibernar. Além do menu de burgers, risotos e as elogiadas massas cortadas à mão – que você pode relembrar aqui –, a nova carta de sopas e cremes é uma boníssima pedida.

 

São cinco opções com preço camarada em porções generosas. Provei todas numa minidegustação e te conto minha preferida.

IMG_3738

O clássico creme de moranga é saboroso e adocicado.

IMG_3736

Uma ótima opção pra quem controla o consumo de carboidratos é o$ creme de batata doce com crispy de batata doce. Uma delícia.

IMG_3733

Esse é o creme verde de batata inglesa e couve, também uma delícia…

IMG_3742

…assim como o consagrado capeletti ao brodo, que não poderia faltar.

IMG_3734

Mas o meu preferido desse cardápio, certamente, foi o creme de mandioca salpicado com calabresa. Uma delícia de tempero, quentinho e reforçado.

 

Uma taça de vinho ou um flight clássico da casa acompanham muito bem. Todas as sopas custam R$ 16,00 a porção, exceto o capeletti, que fica por R$ 23,00.

 

Cobo Wine Bar
Rua Herny Hugo Dreher, 204, Sala Superior (em frente ao DallOnder Grande Hotel), Bento Gonçalves

Aberto de terça a domingo, à noite

Reservas: (54) 3701-2333

Facebook: clique aqui!

Comente

Comente

Vem aí o Wine Up Miolo

Um vinho, um menu de ancestralidade e um lugar pra aproveitar tudo que o inverno na Serra Gaúcha tem de melhor. O Wine Up, novo espaço do Wine Garden Miolo, abre oficialmente em julho, mas já recebe em sistema de soft open com boa música e mesas para compartir. No alto da colina, a vista panorâmica dos parreirais do Vale dos Vinhedos inspira por si só. O ambiente exclusivo promete grandes tardes enogastronômicas.

IMG_4016

O espaço vai funcionar como uma extensão do Wine Garden. Nos jardins da Miolo, ao redor do ônibus-cozinha, permanece o atendimento irreverente com tapetes ao gramado, comidinhas sem talher e estilo piquenique. No Wine Up, o mesmo conceito de wine bar ao ar livre, mas com estrutura de restaurante, móveis de design assinado e comida de fogo: carnes, legumes na brasa e menu itinerante comandado por chefs convidados.

IMG_4029

Vai ter parrilla e um forno de barro, tudo bem ancestral. Até a inauguração oficial, a boa pedida é o escondidinho do chef Natalício!

IMG_4137

O atendimento é no tablado que se estende do contêiner ou na tenda que abriga mesas coletivas. Afinal, o vinho é propício pra se conhecer novas gentes! A carta segue a mesma linha do Wine Garden, com vinhos e espumantes Miolo em garrafa e taça.

IMG_4135

A excelência musical dá o toque de mestre ao Wine Up e a melhor parte é que, protegido pela tenda e um pergolado anexo ao contêiner, o espaço abre mesmo com tempo ruim, sempre de quarta a domingo.

IMG_4106

Grandes vinhos nos esperam nesse inverno. Cheers!!!

Wine Up Miolo

Dentro da Vinícola Miolo: RS 444 Km 21 Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves

(54) 98112-0333

Facebook: acesse aqui!

Comente

Comente

A viagem gastronômica do My Way agora também no almoço

Quando um chef de cozinha te convida a sentar no porão da casa dele, conhecer suas coleções de cardápios do mundo, bibelôs e cédulas antigas, esse só pode ser um momento especial. O My Way do chef Maurício Crippa deixa as pessoas à vontade, como estando na casa de um amigo. Logo na entrada, um aparador com fotos da família é que dá as boas vindas. Sentiu o nível de intimidade que você terá com o anfitrião?

DSC_3684

Pois chegue de peito aberto e embarque na viagem que o chef oferece pelas principais cozinhas do mundo.

DSC_3683

O cardápio é itinerante e já postei aqui um jantar indiano que provei e aprovei mesmo sem saber das andanças do Maurício pela Índia. Pois, agora, o My Way, amplia sua programação de jantares étnicos nas sextas e sábados, oferecendo almoço a La carte aos sábados e domingos. O menu é completo: couvert, entrada, prato principal e sobremesa. O cliente escolhe a massa e a carne de preferência; o resto é surpresa.

DSC_3682

Preciso revelar aqui que sou apaixonada pela caponata do chef Maurício e, sempre que tenho em casa, sucumbo aos alertas do chef de comer só um pouquinho por vez. Como couvert no almoço, ele serve justamente a caponata da casa com pão de fermentação natural.

DSC_3687

Nesse dia em que revisitei o My Way, a chuva não dava trégua, então a entrada de minestrone caiu como uma luva pra confortar.

DSC_3692

A massa e a carne do prato principal são à escolha do cliente. Pra mim, naquele dia, pareceram apropriadas as mezzelunes trentinas (massa recheada com escarolas e bacon, molho de natas) e filé Cordon Bleau (recheado com copa e queijo, molho espanhol).

Esqueci de fotografar a sobremesa, que era um creme de laranjas do quintal com calda de merlot. A experiência toda (exceto bebida) por 60 pilas!

Essa vida culinarística nem sempre me permite repetir os restaurantes tanto quanto eu gostaria. Mas em defesa do My Way, eu digo e repito que é um dos lugares onde mais me sinto à vontade. Onde eu poderia tranquilamente ir de pantufas e tomar um vinho sossegada. Só não o faço em respeito ao chef (risos)!

 

My Way Cozinha Universal

Rua Francisco Ferrari, 656, Barracão, Bento Gonçalves

Reservas: (54) 98118-3398

Facebook: clique aqui!

Comente

Comente

Lembranças de uma Dolce Italia na Escola de Gastronomia da UCS

Não faz muito, abriu ao público o restaurante da Escola de Gastronomia da UCS, em Flores da Cunha.

DSC_3511

Com toda a influência da gastronomia italiana característica da região e sob comando do chef italiano Mauro Cingolani, a casa batizada de “Dolce Italia Ristorante Scuola” serve menu semanal de entrada+prato principal + sobremesa,  além de um cardápio permanente de grelhados. O lugar é uma graça e o atendimento, impecável como há muito eu não via.

DSC_3499

O mâitre, a gerente e os garçons flutuam pelo salão, falando entre si em tom inaudível para os clientes, mostrando-se disponíveis, mas sem perturbar excessivamente. Uma verdadeira escola de atendimento, registre-se. Envidraçado, o salão tem vista aberta para a sala de degustação onde se ministra o curso de sommelier internacional e outros.

A carta de vinhos é cuidadosamente selecionada, colocando a olhos vistos, na verdade, a reputação de todos os cursos oferecidos na escola. Era um sábado ameno quando estive no Dolce Italia para o almoço. Visitei a cozinha, apresentaram-me ao chef do dia e conheci toda a escola. Um roteiro pelas salas, cozinhas e auditórios é bem-vindo.

DSC_3513

Naquela semana, o menu corrente começou com uma sopa de queijo fontina com legumes.

DSC_3517

Uma lasanha desconstruída de ragu branco, espinafre e patê de azeitonas veio acompanhando a tilápia à moda mediterrânea. (ainda fiquei com saudade da sopa)

DSC_3520

E a sobremesa, um pudim de leite de coco com geleia de laranja. (Nada apaga a lembrança daquela sopa). Menu completo por R$ 49,90 (bebidas não inclusas).

Dolce Italia Ristorante Scuola

Aberto diariamente para o almoço

Avenida vindima, 1000, Parque de Eventos Eloy Kunz

Flores da Cunha

Reservas e informações: aqui!

Comente

Comente

Casa Valduga e uma releitura gastronômica do Cammino di Caravaggio

Se vivemos tempos de transição de valores, comportamentos e consumo, a gastronomia passa pelo mesmo embate. Tudo o que era glamoroso, caro e inacessível aos poucos dá espaço para a cultura, o genuíno e a exaltação do comum. Estamos trilhando um presente já não esnoba o passado e eu, particularmente, fico encantada com as habilidades de um cozinheiro em criar o inusitado a partir de insumos ordinários. Reproduzir ou adaptar a gastronomia clássica se faz com talento de execução, mas trazer à mesa um prato único com o que quer que a estação e o mercado local ofereça é o que diferencia a qualidade da excelência.

IMG_3543

Pois, a convite da Casa Valduga, o Culinarismo participou de um jantar experiência assinado pelo chef Fabrício Darós, que delicadamente homenageou o Cammino di Caravaggio com elementos conhecidos de todos nós, mas uma entrega digna da alta gastronomia.

O conteúdo e a experiência inspiradora foram organizados pela Focus Excelência. Olha só a primazia desses pratos:

IMG_3545

O antipasto “Santa Maria della Fonte”, para mim, o melhor capítulo do jantar: cesta de parmesão, polenta de milho branco com creme de mascarpone, alho assado, presunto cru. Aqui, a polenta foi servida levemente doce, contrapondo a presença forte do queijo e do preciutto. De fato, um primor.

IMG_3558

Como primo piatto, batizado “Da Bergamo fino alla Colonia Sertorina”, uma massa recheada com porco e ervas aromáticas ao molho de manteiga, guanciale, sálvia e grana padano.

IMG_3570

O secondo piatto, que leva o nome do próprio jantar – “Cammino di Caravaggio”, era um marcante pato braseado no vinho branco, alho e o primo do alecrim rosmarino, servido com berinjelas assadas.

IMG_3572

Giardino della Madonna foi o dolce que fechou a experiência: base de torta delle rose (algo como um brioche) servida com creme de laranja e moscatel, uma pitada de cacau e flores comestíveis.

O jantar Cammino di Caravaggio incluiu a programação da Casa Valduga para o Dia do Vinho 2017, que segue até o dia 04 de junho, com programação em todas as regiões brasileiras produtoras de vinho. Confira aqui!

A programação normal do restaurante Maria Valduga também é excelente. Foi, inclusive, o primeiro post desse blog, em 2013. Relembre aqui!

Comente

Comente

Semana Gastronômica Iguatemi Caxias: vamos brindar com 11 restaurantes!

 

O Iguatemi Caxias está dentro da programação do Dia do Vinho, começando hoje sua Semana Gastronômica com menus harmonizados em 11 restaurantes até o dia 04 de junho. O Culinarismo foi convidado pra conhecer a Hamburgueria Me Gusta Premium, recém-inaugurada, e provar o especial da casa para a programação.

DSC_3621

Vamos nos deter ao que foi servido, que realmente é elogiável. Os hambúrgueres da casa são feitos diariamente, à mão, assim como o pão, que pareceu indiscutivelmente fresco. A casa tem um miniaçougue no andar de cima, garantindo a excelência dos cortes e marinadas.

DSC_3615

O prato da Me Gusta para a Semana Gastronômica é o hambúrguer Sancho: carne, queijo, bacon, alface, tomate e maionese especial da casa + os molhos barbacoa e la basque. Acompanha uma taça de Tributo Marco Luigi (cabernet sauvignon) e uma água, tudo por R$ 29,90.

DSC_3609

De fato, o ponto, o sabor e a combinação de ingredientes são dignos de repeteco. Essa entrada de palitos de muçarela estava divina.  Além dos tradicionais hambúrgueres bovinos, feitos com dois cortes e 170g de carne, a Me Gusta oferece também hambúrgueres de frango, feitos com sobrecoxas marinadas no tempero, e veggies, com uma receita que leva amendoim, cenoura, gengibre e orégano. Você pode aceitar as sugestões da casa ou montar sua própria receita elegendo seus ingredientes preferidos.IMG_3493

A sobremesa sobre-humana são essas taças singelas e impossíveis de comer sozinho. Melhor ter companhia pra compartilhar essa missão. Duas receitas foram criadas exclusivamente para essa filial da Me Gusta, entre as quais provei a taça Bilbao: sorvete de creme, brigadeiro, ganache, Ovomaltine, chantilly e um physalis pra maquiar a culpa (risos).

A casa abriu há menos de um mês e ainda deve melhorar seu atendimento. Vale pela qualidade do produto.

Além da Hamburgueria Me Gusta Premium, participam da Semana Gastronômica os restaurantes Café Mocca, Croasonho, Dulce Amore, Tchê Gaudério, Casa Di Paolo, Di Paolo Expresso, Granpiacer, Maxiburguer, Sushiaki e Puerto Del Toro (La Grande Casa). Todos os pratos vêm com uma taça de vinho produzido na região.

A Semana Gastronômica funcionará no horário do Iguatemi Caxias: de segunda a quinta-feira, das 10h às 22h; sexta-feira e sábado, das 10h às 23h; e aos domingos, das 11h às 22h.

Completando sua programação para o Dia do Vinho, o Iguatemi Caxias promove sua primeira Feira de Vinhos e Espumantes, na Praça de Eventos. Vai ser de 1º a 04 de junho, com 10 vinícolas oferecendo seus rótulos com valores atrativos, além de workshops com enólogos e sommeliers.

Comente

Comente

Culinária com uma pitada de jornalismo. Bento Gonçalves, Serra Gaúcha.