Arquivo da categoria: Bebidas

Capone Drinkeria: o prazer de um mundo clandestino em POA

Prazeres secretos moram ao lado das pequenas subversões e, embora não haja nada de proibido nos bares secretos de hoje em dia, a energia Speakeasy é uma ímã. O que acontece no lugar irrevelado, a permissão de apenas ser, a música passeando pelas entranhas, a sedução do imaginário. Al Capone dá o tom e o nome a esse lugar sem fachada, por onde detrás da pequena porta soturna existe um universo paralelo de drinks abençoados. Um lugar de imersão.

Pra chegar no Capone Drinkeria, não há placas nem letreiros. Sem luminosos ou burburinho de gente na porta. É mais um daqueles lugares que você encontra pelo número da casa e, pra mim, é quase incontrolável o desejo de encontrar o que se esconde atrás desse breu. Desci do Uber e não havia marquise contra a chuva. Foi um pulo até a porta e, num piscar, o lado chuvoso estava às minhas costas. Eu dentro, o resto fora.

 

Sentei no balcão que é o lugar dos notívagos. E ali tive uma noite embalada pelo balé das coqueteleiras e o tilintar do gelo nas taças. Distintos perfumes se elevavam no ar a cada macerar de ervas e picotar de frutas. Hipnotiza o balé coreografado dos bartenders. Por que pensar no mundo lá fora?

 

Não se espante com a longa sequência de drinks que provei. Minha passagem pelo Capone foi sem pressa e sem carro. Só o balcão, o balé dos bartenders e aquelas conversas de olhar, de drama e risada que a gente só tem com a melhor amiga.

Scarface, como Al Capone era conhecido, é um clássico da casa que leva conhaque, limão, soda e calda de gengibre. R$ 20,00

Pergunte como a casa pode te surpreender com algo que não esteja na carta e receba esse drink ainda sem nome, mas belamente preparado com gin, bergamota e manjericão.

Depois disso, sim, era justo comer uma coisinha e o menu do Capone tem muitas e várias delicinhas de bar com preço excelente. Essas batatinhas fizeram uma cama maestral para a segunda rodadas de drinks.

Segue o baile com um Mob bubbles e o cheirinho irresistível de uvas brancas, brut, limão e vodka; e mais um French 75: gin, mais espumante, limão e uma cereja pra lembrar que o mundo é sempre cor-de-rosa dentro da taça!

O que acontece depois disso é a clara precisão de um doce. E essa taça cuja foto já não se faz satisfatória tem deixado uma lembrança saudosa. É o Oreos Cheesecake: fundo de brownie, uns biscoitos picados, chantilly e castanhas. Quero mais!

Só pra arrematar, um gin tônica com pepino e os trabalhos do Capone se encerram.

 

A casa tem suas regras e a primeira delas é que bons drinks demandam tempo e carinho e bons clientes devem ser pacientes em relação a isso. A vizinhança deve ser preservada do barulho de quem chega, de quem vai e de quem precisa fumar. Você deve estar aberto a novas experiências porque muitos drinks da casa são autorais e não convencionais. E a melhor delas: celulares não são proibidos, mas não exatamente bem-vindos.

 

Capone Drinkeria

Nota no Google: 4,7 de 5,0

Nota no Foursquare: 8,6 de 10

Nota no Trip Advisor: 4,5 de 5

Rua Castro Alves, 449, Porto Alegre

Aberto todos de segunda a sábado: das 19:00 às 23:00 até quarta e até a meia noite nas quintas, sextas e sábados

Facebook: clique aqui!

Caxias: um bar secreto pra chamar de seu!

Bares secretos eram aqueles que, especialmente em Nova York, burlavam a lei seca americana da época na calada da noite, escondidos no fundo dos restaurantes ou padarias, vendendo bebidas alcoólicas ilegalmente de 1920 até 1933. Seus clientes refestelavam-se falando baixinho, pela bebida e pelo perigo. Por isso, esses lugares ficaram consagrados como “Speakeasy” e ainda hoje atraem pelo fetiche. Em alguns só se entra com convite, outros deixam pistas para uma senha de acesso.

DSC_3314

Em Caxias do Sul, o Bar Secreto Wine & Beer intenciona a mesma aventura, mas com acesso bem mais facilitado. Ele tem fachada direta para a rua, quase como um convite à entrada. Mas não há letreiro nem luminosos…um desatento poderia facilmente passar direto sem notar a incrível experiência que o lugar oferece.

São dezenas de vinhos nacionais e importados em esquema de boutique ou outlet. É o chopp selecionado a dedo pelos donos nas melhores cervejarias artesanais do país. E o menu sazonal e dedicado à grelha da casa, mostrando a que veio em poucas e boas páginas.

DSC_3294

A receita de momentos memoráveis leva poucos ingredientes – alguns não se compram, outros valem quando custam. É como me senti no Bar Secreto Wine&Beer. O cabernet sauvignon sugerido pelo maitre, um chileno de 2012, abriu as portas de uma noite daquelas que se espera repetir em breve.

DSC_3301

 

Brie ao mel como sugestão da casa para entrada…

 

 

DSC_3316

…Enquanto a grelha trabalhava nos pedidos.

DSC_3331

O Burger Secreto tem uma receita nada secreta que consiste em tomate, rúcula, bacon e queijo. O segredo está no hambúrguer de picanha de angus que estava impecável no ponto e no sabor. Acompanha fritas: R$ 24,90.

DSC_3322

Ainda melhor que o Burger Secreto é o bife de chorizo que não precisa de nada além de uma pequena porção de farofa e umas polentinhas pra arrasar na noite. Tava suculento, tava incrivelmente macio, por R$ 32,90.

DSC_3303

Fiquei disputando bife e burger e, ao mesmo tempo, mirando o sino. Grandes noites se completam no Bar Secreto com uma forcinha da rodada dupla que o sino anuncia e que ficou para a próxima porque eu ainda estava sorvendo o tal cabernet chileno de 2012.

DSC_3336

E lá veio uma dupla delícia de waffles ao chocolate e morangos pra completar o que já estava ótimo. Obrigada, Bar Secreto, pela experiência toda. Voltarei. Voltaremos. 😉

 

Bar Secreto Wine&Beer

Avenida Rubem Bento Alves, 4575, Caxias do Sul

Aberto de terça a sábado, das 18h45min à meia noite

Facebook: clique aqui!

O restaurante de fogo do Mr Red

DSC_2841O pub abriu as portas com todo o apelo da noite, baladinha de quinta-feira, chopp gelado e galera reunida. Com um menu da semana, consegue servir uma boa quantidade de pratos combinados para o jantar, como filés e risotos. Mas existe um cantinho do menu assinado pelo chef Giordano Tarso que merece deferências. Preparos de fogo são a especialidade do chef e, na grelha do Mr Red, ele arrasa na suculência o no defumado.

DSC_2825

Provei duas das especialidades do chef e mais do que indico: recomendo! A linguiça é caseira e preparada para o Mr Red: um sabor marcante, picância moderada e ingredientes selecionados. O resultado é uma delícia de petisco para aperitivar com a novidade na carta de chopps da casa – a pilsen extra da Blauth Bier. A linguiça vem acompanhada de um pãozinho de alho fresco. Bem, bem legal.

DSC_2835

Outra delícia do Restaurante de Fogo do Mr Red é esse steak especial com batatas rústicas e arroz branco, uma baita pedida pro jantar.

DSC_2838

E, pra fechar divinamente esse jantar de  boteco, a doçura dos churros com calda de chocolate e umas frescurinhas deliciosas de hortelã e flores comestíveis.

Mr Red Bistrô Pub

Rua Herny Hugo Dreher, 356, Bento Gonçalves

(54) 3452-2250

Facebook: acesse aqui!

Deliciosos aromas e sabores no Ovelha Café Literário

Estou radiante com mais uma chance de botar meu livrinho embaixo do braço em Bento Gonçalves e desfrutar demoradamente de suas páginas sorvendo um espresso ou, quem sabe, no aproximar do inverno, uma grande xícara de capuccino.

IMG_8345

Tenho livros a terminar e outros a minha espera e já prevejo sábados a fio sentada no Ovelha Café Literário, que nem abriu ao público, mas já ganhou um cantinho do meu coração.

IMG_8343

Tive a honra de provar por antecipação algumas das delícias que serão servidas a partir do dia 14 de março e posso garantir: é de alegrar qualquer dia amargo. O lugar vai dividir espaço entre cafés espetaculares e tortas apaixonantes. Serão cinco tipos diferentes de grãos em preparos variados.

IMG_8357

Coisa de especialista: espressos, passados em aero press, na prensa francesa e na Hario V60, com direito a balança de precisão para o pó de café e água na temperatura exata. A temperatura da água, aliás, é uma preocupação que acompanha a qualidade dos grãos.

IMG_8366

São grandes cafés com precisão no preparo. E segura o coração porque ainda tem as tortas, sanduíches, bolos e donuts para acompanhar. Vamos aos modelos testados e aprovados:

IMG_8348

Mini naked de branquinho: delícia

IMG_8352

Torta trufada: espetáculo

IMG_8356

Três mousses: socorro

IMG_8363

Mini brownie: meu favorito!

Sabe redigindo e salivando? É como me sinto! Tudo da carta tem produção própria, até o doce de leite usado nos preparos. Para dias de moderação, também haverá pães integrais e saladas de fruta (mas não sei, não cheguei a provar nada light. Hehe).

O Ovelha Café Literário abre as portas ao público dia 14 de março: de terça a sexta, das 10h às 20h. Aos sábados, das 8h30min às 18h com brunch americano e aos domingos das 14h às 18h. 

Ovelha Café Literário

Rua Doutor Agnaldo da Silva Leal, 187, Bento Gonçalves

Informações: clique aqui!

Degustando às cegas no Ricordare

A campanha das vinícolas brasileiras para descomplicar o consumo de vinho tem arrebatado mais e mais enoapaixonados que valorizam mais a companhia do que a safra ou o método de produção. Mas nem por isso todo ritual deve ser desprezado e uma degustação às cegas pode ser divertidíssima mesmo para o consumidor não especializado, como eu.

dsc_1800

O Ricordare vem promovendo com certa frequência eventos legais como confrarias e esta degustação às cegas com rótulos de quatro vinícolas locais: Aurora, Cave Geisse, Don Giovanni e Maximo Boschi. Já contei aqui como o lugar é bacana pra se estar com amigos. Uma experiência altamente boêmia por sua harmonização com crepes e outras comidinhas de lambuzar os dedos.

dsc_1807

Valeu a pena cada taça e ficou a sugestão para próximas ocasiões. Brut com pretzel salgado. Que tal?

 

Outros rótulos foram harmonizados com crepes, empanadas e pastel de Belém. No fim de cada prova, falava o sommelier da Refinaria Deli Gourmet sobre a harmonização e o representante da vinícola sobre o vinho ou espumante em questão.

dsc_1810

O ponto alto da noite foram os novos amigos feitos e as promessas de revival do evento. Pra ficar sempre atento aos eventos dos queridos Vanessa e Pablo, siga o Ricordare no Facebook!

Domingo de sol na Geisse Open Lounge

O frio se despede e é hora de botar a cara na rua, aproveitando o sol e as lindas paisagens da Serra Gaúcha. A novidade imperdível é o espaço Open Lounge da Cave Geisse, com bons petiscos, pufes tamanho família e o incomparável espumante da casa. A vinícola abriu seus jardins para receber o público a exemplo da Miolo, o que amarra e completa a experiência enológica da visitação. Depois de conhecer as caves e o processo enológico, nada melhor do que sentar calmamente e desfrutar desse prazer na taça.

Continue lendo Domingo de sol na Geisse Open Lounge

Aquecendo as baterias para o Mississipi Delta Blues Festival 2016!

No aquece pro Mississipi Delta Blues Festival desse ano, em novembro, o Culinarismo curtiu todos os embalos de um roteiro regado a vinhos caxienses e música refinadíssima. O #bluestour é uma programação especial e limitada que o bar oferece no período do festival, mas que teve uma edição extra dia desses. Foi animadíssimo. Em cada parada, pocket shows de diferentes vertentes do blues com bandas do staff do Mississipi.

Continue lendo Aquecendo as baterias para o Mississipi Delta Blues Festival 2016!

Um tour pelas tapas e pela história de Barcelona

Esse post tem apoio de La Taberna

 

As informações mais valiosas sobre um destino de férias estão nos blogs locais, especialmente se, como eu, você gostaria de fugir das atrações “engana-turista” e tem pouco tempo para conhecer o que realmente importa. Se vier à Serra Gaúcha, leia o Culinarismo (hehehe). Se o destino é internacional, procure os blogs de brasileiros que vivem por lá. Foi numa busca desse tipo que conheci e me apaixonei pelo blog Sol de Barcelona. Além de roteiros especiais na capital catalã, a guia Cristina Rosa oferece passeios guiados. Você pode conhecer a cidade pedalando ou caminhando de taberna em taberna em um inspirador tour de tapas. Afinal, nada melhor para entender um povo do que provar de sua comida.

DSC_7810

Se, de dia, os frutos do mar fazem o front vip da gastronomia catalã, a noite é das tapas e do jamón. Barcelona tem uma atmosfera excitante e sua gastronomia é também visceral e feita pra sujar os dedos. As raízes mediterrâneas e receitas camponesas compõem um repertório encantador e, além dos frutos do mar, os feijões e pimentões estão sempre presentes. Um tour de tapas com a Cristina alimenta muito mais que o corpo, porque estamos na companhia de uma incrível guia e o contexto histórico é a peça central desse quebra cabeça que estrutura a gastronomia local.

DSC_7734

Barcelona foi fundada por romanos no século I e a cidade se estrutura a partir do bairro Gótico. Ruínas originais da primeira muralha que cercava a cidade ainda fazem parte do cenário urbano. É ao redor dos bairros Gótico e Raval é que se desenrolam as descobertas sobre as tapas espanholas, que surgiram na Idade Média, na região da Andaluzia. Tapas não se comem sozinho. Elas servem para acompanhar a bebida e dividir com amigos.

DSC_7756

DSC_7755Na Pa Tapas comecei provando aquela que pode ser considerada a mais popular das tapas de Barcelona, mas que, na verdade, é originária de Madrid e só chegou a Catalunha por volta de 1940: as batatas bravas. Se estiver na Espanha, não aceite as bravas com maionese e catchup. O segredo está nos molhos aioli e picante, que não podem ser industrializados.

DSC_7765

DSC_7775Nossa segunda parada foi no El Pintxo de Petritxol, um restaurante basco que serve muitas carnes e essas tapas servidas no palito por um motivo estratégico: o cliente se serve no balcão dos pintxos frios e pede ao garçom os quentes. No final, a conta é paga conforme os palitos que lhe sobrarem no prato.

DSC_7787

No Elisabets, provei das tradicionais croquetas de jamón e aprendi um pouco mais sobre essa iguaria que vem do porco ibérico (aquele de pata negra) criado livre. O melhor jamón, diz a Cristina, é o Bellota, que só come frutinha e é curado por 36 meses. Intrigada com essa cultura desconhecida, na noite seguinte acabei visitando o Jamón Experience, um museu e restaurante dedicado à iguaria e onde se provei 100 gramas de jamón de Bellota por 25 euros (algo como 112 reais).

DSC_7808

DSC_7819Na última parada desse tour, mais do que desfrutar das empanadas galegas, tive uma aula sobre a história mais recente da Espanha. O bar La Llibertária é um memorial às mulheres que se rebelam contra o governo da república na Guerra Civil Espanhola, em 1936. Em fotos, documentos e recortes de jornal, o bar conta as passagens dessas cidadãs que criaram uma organização feminista chamada “Mujeres Libres” e pegaram em armas durante o movimento libertário espanhol.

12347722_715409505257153_149171689789653816_n

A experiência belíssima com Cristina nos fez desejar mais de Barcelona. Em sua comida, seus prédios preservados e suas ruas estreitas que desembocam em grandes avenidas, a capital da Catalunha é uma antítese intrigante, moderna e histórica, pra ser apreciada sem moderações. De volta ao lar doce lar, nos resta acompanhar as delícias do blog Sol de Barcelona, sempre desejando regressar um dia.

Pa Tapas

Plaça San Josep Oriel, Barcelona, Espanha

sem site 🙁

El Pintxo de Petritxol

Carrer de Petritxol, 9

Site: clique aqui!

Elisabets

Carrer d’Elisabets, 2

sem site 🙁

Jamón Experience

Rambla de les Flors, 88- 94

Site: clique aqui!

La Llibertária

Carrer Tallers, 48

Facebook: clique aqui!

Botecando nas quartas da Pirandello

Nem tão ao céu, nem tão à terra. Tem dias em que uma cervejinha gelada e uma singela dose de fritura caem como uma luva. Fui convidada a conhecer as quartas de boteco da Pirandello e matei a vontade de gordices que eu vinha evitando há um bom tempo. Esse é um post rapidinho, como a culpa que bateu na saída 😀

DSC_6848

A Pirandello todo mundo conhece. Aquela carta enorme de filés e a pizza – hmmmmm – tradição em Bento, né?!

DSC_6853

A proposta nova é uma carta de petiscos especial para as quartas-feiras, harmonizada com cervejas artesanais do Senhor do Malte. Tem uma televisão gigante passando o jogo também, mas isso não foi capaz de tirar minha atenção da comida…tô muito engraçadinha hoje 😀

DSC_6856

Pra testar a proposta com precisão, pedi mais da metade do cardápio. O hambúrguer da casa, com uma porção generosa de fritas, é bem saboroso. O prato por R$ 21,90.

DSC_6870

Os anéis de cebola eu adorei por causa do barbecue da casa!

DSC_6860

Nada representa melhor uma noite no boteco do que frango a passarinho. Então fui neles também.

DSC_6854

…mas preciso revelar que, de tudo, o que me conquistou foi esse singelo caldinho de feijão. Esse inverno que não acaba nunca né. A gente tem que manter a camada adiposa em bom estado (brincadeira gente, eu tento manter uma vida saudável na maior parte do tempo).

O precinho do cardápio de boteco da Pirandello é camarada e devo revelar que também há opções menos pecaminosas, como umas iscas de filé e tal. Pra próxima quarta de jogo (ou sem jogo), fica a dica!

 

Ristorante e Pizzeria Pirandello

Rua Herny Hugo Dreher, 370, Bento Gonçalves

Telefone: (54) 3452-4786

Site: clique aqui!

Facebook: clique aqui!

Vindima 2015 (Parte 3 de 3): Wine Garden, tudo de especial

A Vindima 2015 foi deliciante, como diria Jorge Bem Jor. Mas o verão se vai e junto dele, a colheita se encerra, dando lugar ao lento e místico processo que transforma a uva em vinho. Não sei você, mas eu não posso reclamar: vivi, provei e curti grande parte das atrações e posso afirmar com orgulho que sou uma turista da minha própria cidade!

Pra quem perdeu o bonde, o próximo fim de semana (14 e 15 de março) é a última oportunidade pra aproveitar a programação dessa festa que simboliza a união do colono e do viticultor. Depois, é bom tirar o mofo dos casaquetos que vem aí o inverno. Contudo, porém, todavia…nem todas as novidades que chegaram com a vindima estão indo embora com ela! Algumas maravilhas que Bento Gonçalves oferece poderão ser desfrutadas o ano todo.

DSC_4773

O Miolo Wine Garden é o meu novo “lugar preferido” pra um domingo de sol em Bento Gonçalves. Três motivos que vão te convencer rapidinho: entrada free, vinhos e espumantes pra todo tipo de bolso e um blaster espaço pra curtir a dois, com a criançada serelepe ou com os amigos.

DSC_4770

O wine bar aproveita toda a estrutura da Miolo, com bons banheiros, varejo, um enorme parque com lagos e um espetacular gramado pra se atirar com a família.

DSC_4772

Pra bem receber a criançada, um monte de lápis e desenhos pra pintar. Mas, com tanto verde, eles nem teriam tempo pra ficar entediados.

 

DSC_4798

O projeto estreou há menos de um mês e já está superfrequentado. O tempo ajuda, claro, mas a ideia de bebericar um bom vinho lagarteando ao sol do inverno também é bem atraente.

DSC_4781

O cardápio do wine bar é democrático. A carta de vinhos vai praticamente do 8 ao 80 – taças de espumante a R$ 8,00 e o nobre tinto Lote 43 a R$ 105,00 a garrafa. Suco e água para o motorista da rodada 🙂

DSC_4794

As opções pra comer também tem preço e sabor convidativo. O cardápio da casa estreou com algumas opções de sanduíche, uma quiche da estação, tábua de frios, bruschettas e salada de frutas. Aliás, nem tinha reparado na salada de frutas porque troco quase tudo por uma quiche… mas analisando agora, tem opções pra todos os gostos e fomes. E soube, em primeira mão, que vem por aí um cardápio quentinho pra harmonizar com os vinhos da Miolo nesse inverno.

CSC_4779

A vida é feita dessas coisas… dias meia boca e dias em que podemos sentar num gramado desses e dividir uma risada com alguém que nos é importante. Esse post encerra a minha série sobre a Vindima 2015, mas desejo vida longa ao Miolo Wine Garden porque o meu lugar nesse gramado eu já reservei!

Miolo Wine Garden

ERS-444, Km 21, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves

Aberto aos sábados, domingos e feriados

Aceita cartões