Arquivo da categoria: Bistrô

É tempo de macarons: Vive La France!

Nem só de exorbitâncias gastronômicas vive esta blogueira. Esporadicamente, sobra tempo pra um singelo happy hour – desses com café, amiga de fé e um bolinho pra espantar as amarguras. Conheci um lugar novo que é inspirador pra isso e transforma um despretensioso papinho sobre a vida num evento à francesa. Sabe como? É só trocar aquela fatia de Marta Rocha por macarons!!!

O Le Petit é como tudo o que envolve Paris: charmoso por natureza. Esse café, que inaugurou recentemente, fica no circuito gastronômico da rua Herny Hugo Dreher, bem ao lado do Dall’Onder Grande Hotel. A decoração, toda mimosa, dá um tom très chic! Se tivesse uma musiquinha francesa rolando, então, passaria tranquilo por um café parisiense!

Nunca provou macarons? Pode confiar, não haverá arrependimentos. Não sei bem como é feito esse doce fino. Mas poderia grosseiramente definir como um bolinho crocante por fora e molhadinho por dentro, que pode ser recheado com uma infinidade de cremes doces e salgados (sim!!!! No Le Petit tem macarons salgados também). Assim, um do ladinho do outro, é tão difícil escolher.


Só pra registrar, no Le Petit o café não é qualquer café e o chá não é qualquer chá.

Você recebe na mesa caixinhas com todas as opções pra sentir o aroma e escolher

de acordo com o seu estilo. Eu, por exemplo, pedi um café Indriya, uma variedade indiana

com características fortes e picantes. É pra quem gosta da fortidão mesmo.

Mas existem muitas outras variedades, pra quem curte toques de chocolate, baunilha, caramelo…

Agora vamos ao que interessa, a estrela da casa. Como não deu pra provar um de cada, pedi sete macarons – alguns que chamaram atenção pela cor, outros mais excêntricos. Dos salgados, provei os três tipos que a casa oferece e posso dizer que só funciona pra quem curte a mistura de doce e salgado, apesar de os sabores se misturarem sutilmente. Entre as opções de tomate seco, queijo e azeitonas, meu preferido é o de queijo.

lepetit pistache lepetit frutas do bosque lepetit rosas lepetit maa com canela
Dos doces, pedi quatro e fugi das opções com chocolate porque achei que, por óbvio, seriam boas. Então provei: Maçã com canela (feito com pasta italiana de limão, o que quebra um pouco a doçura!); Pistache (o preferido do Barney :D); Frutas do bosque (feito com pasta italiana); e Rosas (feito com licor de rosas!). Todos me pareceram maravilhosos, mas no caso de uma eleição, votaria certamente no de Rosas, porque tem um sabor muito delicado e um cheirinho maravilhoso. Em tempo, os macarons salgados custam R$ 4,50 a unidade; os doces, R$ 4,20. Também tem as opções de minimacarons e a casa aceita encomendas para festas.

Com o friozinho se aproximando, minha sugestão é reunir as amigas e bebericar um bom vinho com macarons no Le Petit. Afinal, melhor que sonhar acordado com Paris é dar risada bem acompanhado!

Le Petit 
Rua Herny Hugo Dreher, 227, Bento Gonçalves
Telefone (54) 3701 0180
Aberto de terça a domingo
Aceita cartões
www.lepetitmacarons.com.br

Mil motivos pra amar o Empório Canela

 

Em Canela, bem pertinho da Catedral de Pedra, está um dos meus lugares favoritos pra jogar conversa fora – seja beliscando uma coisinha, almoçando com a família ou jantando a dois. Não se trata de um bar, uma loja de suvenires, uma casa de artesanato, uma livraria, um café nem propriamente um restaurante. É tudo junto e um pouco mais.

emporio enfeites

emporio vinis

É onde se encontra um presente perfeito praquele amigo que curte vinis; onde as crianças são super bem recebidas e podem mexer nos livros ou pintar um desenho pra mamãe; onde você vai se sentir à vontade bebendo uma cerveja no ponto, um cálice de vinho ou um tchai indiano… e onde você pode fazer tudo isso acompanhado do seu melhor amigo cão!

emporio cao

Eu já adorava o Empório Canela antes de ver essa fofura de foto no Facebook. Entendo que a maioria dos lugares não pode se dar a esse luxo em função da Vigilância Sanitária e tal. Em ambientes fechados, também poderia dar muita confusão cães e garçons dividindo o mesmo espaço de passagem. Mas, no Empório Canela, tem mesas na área externa, dentro da casa e no deck lateral.


Então, se você não é muito chegado a cães, também vai encontrar um bom lugar entre os livros e mimos que adornam as paredes e que estão à venda, como praticamente tudo que faz parte da decoração.

Bom, mas chega de introdução. Afinal, mesmo com todas essas atrações, o Empório Canela não seria nada se fossem as delícias do seu cardápio. Tem comida pra todo grau de fome e eu, quando quero dar só uma aperitivada, escolho sempre as provoletas – provolone, tomate seco, rúcula picadinha e pão. Isso + uma cerveja bem gelada = momentos de prazer!

Pra almoçar ou jantar, a minha sugestão e ir direto na prata da casa: Filé recheado com queijo brie, mix de cogumelos e risoto de aspargos. É um dos pratos mais vendidos do Empório há muitos anos e eu cito três motivos! Motivo 1: a carne SEMPRE vem no ponto que eu peço. Parece óbvio, mas estou cansada de pedir filé ao ponto e receber carne passada que nem borracha. Motivo 2: o prato vem com três variedades de cogumelos frescos – shimeji, shitake e paris. Motivo 3: os aspargos do risoto são frescos. Pronto: pode pedir que não tem erro.

Ai de você se passar por Canela e passar reto pelo Empório! Nem vale citar preço porque o cardápio vai de pão de queijo a alaminuta, passado pelo famoso filé ao brie. Não tem desculpa!

Empório Canela
Rua Felisberto Soares, 258, Centro, Canela (RS)
Fone (54) 3031 1000
Aberto de quarta a segunda, das 11h às 23h30min (entendeu? Todos os dias EXCETO às terças)
www.emporiocanela.com.br

Hambúrgueres do mundo no interior de Farroupilha

Um passeio pelo interior da Serra Gaúcha sempre vale a pena. Se desembocar num café supercharmoso e cheio de ideias inusitadas pra cativar o cliente, é ainda melhor. Depois de uns meses fechado pra balanço, o Estação Café Blauth, no interior de Farroupilha, reabriu com rodada dupla de chopp artesanal toda sexta de noite, café da manhã americano aos domingos e um cardápio pra lá de variado, indo da tradicional pizza até petiscos mexicanos.

blauth fachadaA decoração tem um tom todo vintage que deixa o café ainda mais aconchegante. Além das fotos em P&B nas paredes, no balcão há uma coleção sensacional de caixinhas de fósforo promocionais. Hoje em dia não é mais tão comum esse tipo de brinde, afinal, o público fumante caiu muito. Mas se você foi a algum lugar bacana, ganhou uma dessas e não pretende usar, pode contribuir com a decoração do Estação Café Blauth.

Created with Nokia Smart Cam

blauth sucoPra abrir os trabalhos, fui direto nos sucos e gasosas da casa. Essa gasosa de trás é bem refrescante, de maçã verde. Mas o que realmente vale a pena é este suco de frutas vermelhas com morango, framboesa e mirtilo rusticamente batidos. Dá pra sentir os pedacinhos das frutas e do gelo. O suco dispensa totalmente a adição de açúcar e o tchan dele, sem dúvida, foi saber que os mirtilos são plantados ali mesmo, logo atrás do café. Ou seja, além de uma delícia, é um exemplo de produção consciente.

A proposta toda do lugar é legal e o cardápio deixa até uma pontinha de indecisão, mas fui ao Café Blauth especialmente pra degustar a grande vedete do menu: os novos hambúrgueres com sabores do mundo. Primeiro: esqueça suas experiências pregressas com xis. Não tem absolutamente nada a ver. Trata-se de um verdadeiro prato gourmet, com hambúrguer de picanha e ingredientes importados, inclusive. São três opções: hambúrguer americano, francês e uruguaio. Na dúvida e para melhor avaliar, lógico, pedi um de cada. Difícil escolha, mas no final elegi o meu favorito.

blauth americanoO americano é uma opção bem tradicional e com sabor marcante por conta do molho barbecue, que não podia faltar. Leva ainda picles, alface americana e bacon – tudo bem adequado à proposta. Nota 10. (repare na qualidade dos condimentos logo atrás do hambúrguer. Nada de sachê de marca ruim, é Heinz mesmo!)

blauth francesO francês, por outro lado, é um hambúrguer de sabor ultradelicado, com ingredientes importados e dedicado ao cliente que aprecia uma experiência gastronômica mais suave. O pão já é diferente, estilo brioche. No lugar da alface, rúcula e o queijo muçarela aqui é substituído por gouda. Pra um francês que se preze, não podia faltar mostarda dijon. Nota 10 também.

blauth uruguaio

Todos sabemos que gostos não se discutem, mas no meu pódio o primeiro lugar é para o hambúrguer uruguaio – rústico e suculento, como manda o figurino. O pão é cervejinha e o toque especial fica por conta de pimentões e tomates grelhados…tudo muito bem temperado com molho parrillero. Nota 1000!
Obviamente depois dessa refeição não deu sequer pra pedir uma sobremesa. Mas encarei outro suco pra encerrar, porque era simplesmente divino! Cada hambúrguer desse custou R$ 19,00. O suco sai por R$ 4,50. Continha módica perto da experiência vivida!

Estação Café Blauth
VRS-813, quilômetro 09, Desvio Blauth
Farroupilha/RS
Fone (54) 3261 9478
Aberto às sextas, sábados e domingos
Cartões: Visa e Master
Link para o facebook aqui!