Arquivo da categoria: Restaurantes

São Paulo: deslumbrada pelo despojado Tavares

Quando eu dou aquela suspirada e meus olhos brilham logo na porta de um restaurante, não tem explicação. Existem lugares de comida impecável, outros que me contagiam pela alegria dos anfitriões e aqueles que apaixonam pela filosofia que carregam – mas, assim, de impacto na chegada, não é sempre. Então cheguei ao Tavares cansada de um dia de trabalho e de cara o que se apresenta na entrada é o bar despojado e o barman atrás do balcão com uma coqueteleira dançando entre as mãos.

DSC_4159

O Tavares funciona num casarão dos anos 1950, todo reformado, mas sem perder a aura residencial. O ambiente é reflete isso, com toda aquela coleção de objetos cuidadosamente escolhidos pra compor a decoração, mas que parecem as lembranças de uma vida toda.

DSC_4163

Num jardim de inverno, logo à esquerda de quem chega, uma pequena sequência de mesinhas para dois emolduradas pelo grande letreiro que celebra o amor.

DSC_4156

Mais adiante, o salão principal do Tavares se abre no grande quintal onde tudo acontece – ao ar livre, vista para as estrelas, mas com uma cobertura retrátil para dias não tão amenos. Dali se pode ver a cozinha e o chef trabalhando, o forno de barro para dias de pizza, um piano esperando pelo musicista e uma imponente estante de recheada de livros.

O menu é descomplicado, aconchegante e representa bem o que podemos chamar de comida brasileira. As opções são poucas, o que particularmente me agrada porque sempre reforça a impressão de comida fresca. A casa tem sempre um prato do dia para o almoço com preço girando entre R$ 30,00.

DSC_4171

Nesse dia estive para jantar e acabei provando um pouco de tudo. De suspirar os bolinhos de arroz, servidos com pimenta da forte. Memórias da infância voltaram nesse exato instante.

É tão bom que deixo pra vocês a receita exclusiva do bolinho do Tavares, que, de fato, é diferente daquele que minha mãe fazia pra não jogar arroz fora.

DSC_4183

Esse prato. Tão deliciosamente despretensioso. Peixe amarelo, legumes e salada – o palmito delicioso, os aspargos no seu melhor ponto.

DSC_4190

E a sobremesa amiguinhos: cama de goiabada, sorvete de tapioca, queijo canastra. Era tipo um cheesecake desconstruído, só que melhor.

DSC_4179

Ah, teve o gim tônica pra fechar o espetáculo com cortinas de veludo. Essa versão famosa do Tavares é aromatizada com gengibre, mel e tangerina (que, definitivamente, não era bergamota, então vou chamar como eles apresentaram). Essas bolinhas de zimbro, que são a plantinha de onde sai o maravilhoso gim, era só de enfeite. O garçom me avisou imediatamente depois de eu comer duas delas.

Com isso, encerro esse post. Visite o Tavares. Não coma as bolinhas de Zimbro (risos e mais risos)!

 

Tavares

Nota no Google: 4,4 de 5,0

Nota no Foursquare: 9,1 de 10

Nota no Trip Advisor: 4,5 de 5

Rua da Consolação, 3212, Jardim Paulista, São Paulo

Aberto diariamente: de segunda a sexta, das 11:30 a 0:00; sábados, das 10:00 a 1:00; domingos, das 10:00 às 17:00

Facebook: clique aqui!

Lembranças de uma Dolce Italia na Escola de Gastronomia da UCS

Não faz muito, abriu ao público o restaurante da Escola de Gastronomia da UCS, em Flores da Cunha.

DSC_3511

Com toda a influência da gastronomia italiana característica da região e sob comando do chef italiano Mauro Cingolani, a casa batizada de “Dolce Italia Ristorante Scuola” serve menu semanal de entrada+prato principal + sobremesa,  além de um cardápio permanente de grelhados. O lugar é uma graça e o atendimento, impecável como há muito eu não via.

DSC_3499

O mâitre, a gerente e os garçons flutuam pelo salão, falando entre si em tom inaudível para os clientes, mostrando-se disponíveis, mas sem perturbar excessivamente. Uma verdadeira escola de atendimento, registre-se. Envidraçado, o salão tem vista aberta para a sala de degustação onde se ministra o curso de sommelier internacional e outros.

A carta de vinhos é cuidadosamente selecionada, colocando a olhos vistos, na verdade, a reputação de todos os cursos oferecidos na escola. Era um sábado ameno quando estive no Dolce Italia para o almoço. Visitei a cozinha, apresentaram-me ao chef do dia e conheci toda a escola. Um roteiro pelas salas, cozinhas e auditórios é bem-vindo.

DSC_3513

Naquela semana, o menu corrente começou com uma sopa de queijo fontina com legumes.

DSC_3517

Uma lasanha desconstruída de ragu branco, espinafre e patê de azeitonas veio acompanhando a tilápia à moda mediterrânea. (ainda fiquei com saudade da sopa)

DSC_3520

E a sobremesa, um pudim de leite de coco com geleia de laranja. (Nada apaga a lembrança daquela sopa). Menu completo por R$ 49,90 (bebidas não inclusas).

Dolce Italia Ristorante Scuola

Aberto diariamente para o almoço

Avenida vindima, 1000, Parque de Eventos Eloy Kunz

Flores da Cunha

Reservas e informações: aqui!

DiPaolo em pequenas porções  

 

Mais oportunidades de aproveitar o DiPaolo de um jeito econômico e sem pesar na dieta.

DSC_3437

A Casa DiPaolo Bento, aquela da Pipa Pórtico, espera aumentar em 20% seu movimento com uma novidade lançada ontem: porções rápidas e econômicas. Então, além do consagrado rodízio, a partir de maio você pode desfrutar do DiPaolo montando seu próprio cardápio.

DSC_3451

Podem ser entradas, saladas, carnes, massas e acompanhamentos com preço individual, de R$ 10 a R$ 80. Você escolhe o que quer e cria um almoço ou jantar ideal pro tamanho da fome. Eu, no lançamento, provei basicamente todos os itens do cardápio pra atestar mesmo a qualidade (risos).

DSC_3446

DSC_3443

Entrada (tábua de frios, gran formaggio e sopa de capeletti); Saladas (siciliana, radicci com bacon e salada de batata com maionese);

DSC_3455

DSC_3456

Carnes (galeto ao primo canto, filé mignon, entrecot, picanha, cordeiro e peixe congro);

DSC_3457

Massas (spaghetti, tagliarini, tortéi e nhoque – acompanhados dos molhos tradicional, tomate seco, funghi, nocciole, quatro queijos, alho e óleo, bolognese e pesto);

Acompanhamentos (arroz branco, batata frita, polenta frita ou brustolada e queijo à dorê).

 

Casa DiPaolo Bento

BR-470 / Km 217 (ao lado da Pipa Pórtico) – Bento Gonçalves (RS)

Aberto diariamente das 11h30min às 15h30min e de segunda a sábado, das 19h às 23h

 

Facebook: @casadipaolobento

Instagram: @casa.dipaolo

Sabor da família Tomasi no Addolorata Culinária Italiana

Addolorata foi o primeiro nome da comunidade do interior de Bento Gonçalves hoje chamada Tuiuty, onde está o roteiro turístico Vale do Rio das Antas, que tem como atração principal a imponente estrutura da Vinícola Salton.

DSC_3247

Addolorata é, também, o novo empreendimento gastronômico do distrito onde você poderá encontrar a figura lendária do agricultor Nei Tomasi, uma figura que representa como ninguém o imaginário coletivo do colono da Serra Gaúcha – com seu chapéu de palha, a camisa xadrez e seu tuc tuc que já levou milhares de turistas por passeios entre os parreirais.

DSC_3222

O restaurante, recém-aberto ao público, traz a legítima sequência gastronômica da Serra Gaúcha com o diferencial da simpatia com que a família Tomasi envolve o visitante. As filhas tocam o negócio com ajuda da mãe, enquanto Nei Tomasi cumpre seu papel de anfitrião no salão.

DSC_3217

DSC_3216

A fartura começa logo na chegada, com a mesa de queijo, salame e um torresmo fresquinho produzido na vizinhança.

DSC_3230

A decoração é uma graça, com crochês em diferentes técnicas feitos pela matriarca Tomasi e enquadrados com carinho como homenagem à nona. Quando a sequência de pratos começa, é aquela festa…

DSC_3233

A sopa, o pão e o pien, especialmente encorajadores nesses primeiros dias de frio na Serra Gaúcha.

DSC_3240

A salada que a gente come só porque radicci com bacon lembra a casa da vó (risos)

DSC_3244

E aquela sucessão de massa à carbonara, carne de panela, costelinha de porco, tortéi, fortaia.

DSC_3246

Aí está o melhor entre os melhores da casa: polenta mole recheada com salame e queijo ao molho de carne. Ocasionalmente, aqueles que ainda aguentarem podem desfrutar da sobremesa.

É tudo feito com carinho e a gente sente a alegria dos anfitriões em receber. A polenta, o tortéi, as massas e vinhos são uma produção da agroindústria familiar, o que dá ainda mais significância à refeição. Tudo acontece na propriedade da família, que recebe os visitantes para almoço e jantar sob reserva.

 

Addolorata Culinária Italiana

Aberto para almoço e jantar, sob reserva. Casais ou famílias pequenas podem ser encaixados em grupos maiores

Reservas: (54) 99925-5137

Facebook: clique aqui!

Osteria Del Valle: assemblage de influências, cardápio cativante

Será mesmo que nada pode me surpreender em se tratando de gastronomia na Serra Gáucha? Talvez, de fato, haja muitos e muitos restaurantes da famosa “sequência tipicamente italiana”, mas esse que tem o toque e a assinatura do chef Álvaro da Silva é como uma nova história pra contar.

DSC_3293

A Osteria Del Valle surgiu para dar uma chacoalhada no lado B do Valle dos Vinhedos, o acesso pelo bairro Glória que não é o mais badalado, mas dispõe das mesmas belíssimas paisagens, vinícolas e outros pequenos estabelecimentos. É anexo à vinícola boutique Peculiare e tem uma excelente sequência marcada pela mistura de influências, como o próprio nome entrega: Cucina de Fusione. É uma espécie se assemblage entre elementos italianos, contemporâneos, campeiros e até franceses.

DSC_3256

De cara, preciso fazer menção ao atendimento, desde a recepção até a impecável destreza do maitre e sua carta de vinhos, que privilegia a produção da vinícola Peculiare.

DSC_3261

Você sente o prenúncio de um menu memorável quando o pãozinho da entrada é de fermentação natural: fresco, macio, aromático. É apenas o começo da sequência que vou resumir aqui com as fotos dos meus pratos preferidos.

DSC_3264

Você acha que capeletti é tudo igual? Pois aqui ele é delicadamente recheado com pato.

DSC_3268

 

Esse é o risoto de cordeiro, que precisei repetir ao final (inacreditável eu ter conseguido o feito) tamanho sabor.

DSC_3273

O tortéi também não é um tortéi qualquer, porque seu recheio mistura charque à moranga, sendo servido apenas com manteiga clarificada.

DSC_3282

Para o sorrentino de rabada, um delicioso molho de vinho tinto. Cabe mencionar que as massas são feitas na casa.

DSC_3279

Mais um risoto, dessa vez de amêndoas e pecorino…

DSC_3278

…e o tortellini de mozarella de búfala ao molho caprese.

DSC_3291

Para sobremesa, fuja do tradicional sagu com creme provando o creme bruleé maçaricado na frente do cliente. <3

 

Osteria Del Valle

Via Trento, 1438-1610, Bento Gonçalves

Aberto de quinta a domingo, das 11h às 16h

Facebook: acesse aqui!

 

Sapore&Piacere: clube do bolo e outras novidades!

Sexta-feira é dia de bolo na Sapore&Piacere. Com o Clube do Bolo, a chef Mária Dalla Chiesa propõe adoçar o seu fim de semana em família ou reunir o pessoal do trabalho com um cafezinho delícia pra fechar o expediente. Toda sexta, um sabor diferente e um bolo entregue quentinho onde o cliente indicar. É a cara do outono!

DSC_3113

Aproveitei a visita que fiz pra conhecer o projeto e dei uma esticadinha no almoço, reafirmando a excelência do pequeno bistrô, que trabalha com os ingredientes da semana e tem uma mesa de antepastos aclamada pela clientela.

DSC_3122

A mesa de antepastos, como eu já disse, é impecável e pode muito bem valer por uma refeição. Aliás, vamos esclarecer sucintamente que o Sapore&Piacere trabalha apenas com prato do dia para o almoço (a exceção dessa semana. De 28 a 31 de março, em virtude da Fimma Brasil, o restaurante vai abrir para o almoço e jantar). Voltando aos antepastos, são sempre frescos, coloridos e sazonais, como a natureza.

DSC_3124

Você pode escolher um almoço completo, com entrada à vontade + o prato principal ou ficar apenas na mesa de antepastos – ou, ainda, pular essa primeira parte do almoço, o que é absolutamente desaconselhável.

DSC_3144

É tempo de grandes figos no Sapore&Piacere. Direto da mesa de antepastos, com quiche de queijo e moranga, estavam doces e suculentos.

DSC_3137

Como pratos principal, polêmicas à parte, estava delicioso o contrafilé com cobertura de provolone, servido com batata doce laranja (que eu simplesmente amo), farofa e brotos. Não é espetacular o colorido do prato?

DSC_3127

Pulei a sobremesa por questões ideológicas (mentira, é tentando dosar os excessos mesmo), mas elas são igualmente apetitosas. Mais adiante, ainda nesse ano, o Sapore&Piacere vai completar 10 anos no mesmo ponto, com o mesmo cuidado e sempre a assinatura da chef Márcia Dalla Chiesa.

Sapore&Piacere

Rua Dr. Casagrande, 500 – Bento Gonçalves – RS

  1. 3055-4586

http://www.saporeepiacere.com.br/

Facebook: acesse aqui!

Descobrindo um Canta Maria diferente em Bento Gonçalves

No meio do corredor gastronômico de Bento Gonçalves, o Canta Maria abriu sua nova unidade cheia de novidades que prometem apaixonar turistas e locais.

16990664_10206661993388684_895812198_o 17015243_10206661992428660_1675846633_o

A começar pela casa incrível em que está instalado, um imóvel enorme no bairro Planalto, com três andares de salões e uma incrível adega vertical com mais rótulos nacionais, importados e o vinho próprio da casa. A ideia é dar um toque contemporâneo à gastronomia cultural que é já consagrada há mais de 15 anos.

IMG_1783

A adega vertical climatizada é a melhor das atrações. Você pode desfrutar calmamente da escada em espiral e os grandes rótulos que ao seu redor se acomodam.

DSC_2814

No subsolo, um bar aberto todos os dias a partir das 16h para aquele happy hour com a polenta do Canta Maria, que é, definitivamente, a melhor.

DSC_2818

O Canta Maria da Planalto vai abrir de terça a domingo, no almoço, das 11:30 às 15:00, e jantar das 19:00 às 23:00. Contará ainda com um Open Bar a partir das 16:00, com vinhos, espumantes, drinks e cervejas artesanais.

 

Canta Maria Gastronomia

Rua Parnaíba, Nº 777, bairro São Bento

Facebook: acesse aqui!

Os melhores do ano que passou

Férias foram necessárias para este blog. Andei sem inspiração e as páginas em branco ficaram pipocando diante de mim sem que eu pudesse escrever uma linha que fosse. Estafa. Quem nunca? Mas volto com fôlego renovado e agenda cheia de belos compromissos gastronômicos. Antes da maratona começar, quero enfim dividir com vocês aqueles que considerei minhas melhores descobertas em 2016. São cinco restaurantes imperdíveis – cada um com seu charme e sua filosofia. Em comum, a gastronomia descomplicada que vem com tudo em 2017, enterrando de vez a tal gourmetização.

 

#5 La Madre Cocina Mexicana

DSC_9871

Arriba muchachos! O primeiro restaurante mexicano de Bento Gonçalves chegou causando, com direito a tequileiro cara de mau e garçons fantasiados de Quico e Chaves. Vá com bom humor e em boa companhia e você terá uma noitada divertidíssima, aos embalos da sacolejante música mexicana.

 

#4 Bêrga Motta

DSC_9541

A 10 km do centro de Gramado, existe um refúgio natural que merece a contemplação. É o Ecoparque Sperry, com suas trilhas, cachoeiras e seu bonito projeto de preservação ambiental do Vale do Quilombo. Junto dele, um simpático restaurante de clima delicioso. Um rebuliço gostoso de crianças correndo e conversas animadas. É buffet e tem uns mimos como esse bolinho de arroz com banana e canela delícia!

 

#3 Cobo Wine Bar

DSC_1465

Quer estratégia mais simpática que um singelo combo de três tacinhas com variedades e vinícolas diferentes pelo preço de R$ 20,00? É o carro-chefe do Cobo Wine Bar, que inaugura com o mérito de oferecer um lugar centralizado pra você sentar e apreciar rótulos diversos. A harmonização fica por conta do menu assinado pelo chef Rafael Dellavecchia, do bistrô Arte Cheff, no Vale dos Vinhedos: massa fresca cortada a mão, burgers, comida de boteco e alguns risotos.

 

#2 China Thai

DSC_0110

De volta a Bento Gonçalves depois de 10 anos na Austrália e Indonésia, o chef Leandro Scotta criou aqui um cantinho asiático de sabores exóticos. Uma viagem para o outro lado do mundo em pratos da gastronomia chinesa, tailandesa e indonésia. A tele-entrega do China Thai vem fazendo sucesso, mas, pelo menos uma vez, indico visitar o restaurante pra conhecer o verdadeiro clima asiático e receber os cumprimentos do chef.

 

#1 Champenoise Bistrô

DSC_8795

É a menina dos olhos na rota dos espumantes de Pinto Bandeira – não somente porque extrapola os limites da culinária italiana, nem pela verdadeira obra prima servida à mesa, porque essa é apenas a ponta do iceberg. O que há de mais bonito e importante no bistrô é o que acontece nos bastidores e como os donos do negócio levam a efeito a filosofia slow food do prato à taça. Somente com menu degustação. Aberto de quinta a domingo no almoço. Aos sábados, também para o jantar.

Dia do macarrão: as melhores massas já provadas por este blog

Hoje é o Dia Mundial do Macarrão. Quem não ama, quem não lembra da nona?

Decidi comemorar a data contando pra você quais foram as melhores massas já provadas nestes três anos de Culinarismo. Isto mesmo::: semana que vem comemoramos o primeiro triênio de blog. <3 <3 <3

São sete receitas que trago em ordem alfabética pelo simples motivo de não ser capaz de ranqueá-las. Buon apetito!!! 

Kho Phi Phi

Restaurante China Thai, Bento Gonçalves

Quanto: R$ 65,00

dsc_0118

A receita tailandesa leva frutos do mar, castanhas, uma misturinha muito louca de legumes e brotos e, por que não, uma certa dose de pimenta – grau 1, no meu caso. O prato leva a assinatura do chef Leandro Scotta, de volta a Bento Gonçalves depois de 10 anos na Austrália e Indonésia. Seu cantinho asiático é uma viagem para o outro lado do mundo em pratos da gastronomia chinesa, tailandesa e indonésia.

 

Nhoque na manteiga e sálvia

Tabacaria Benvenuto – Garibaldi

Quanto: 32,00

dsc_3352

Sempre que volto à tabacaria acabo repetindo o mesmo pedido: nhoque de espinafre ao molho de manteiga e sálvia, uma bela e simples receita que permanece no menu desde a inauguração do espaço, uma linda homenagem dos donos ao avô Benvenuto. Fotos dele adornam, com destaque, a parede da tabacaria.

 

Pasta fresca com trufas negras

Mercato Centrale – Firenze

Quanto: € 20.00

dsc_8193

No Mercato Centrale de Florença, tal qual a própria cidade, os elementos do passado e do presente convivem lado a lado. Essa pasta fresca foi minha primeira experiência real com trufas em quantidade suficiente pra se sentir o sabor marcante e incomparável. A família Savini preserva desde 1920 a tradição. O sabor da trufa negra não é algo simples de descrever. A sensação no paladar é de algo terroso, apimentado, que fica na boca por muito tempo. Espetacular!

 

Pasta gratinada com filé à milanesa

Dona Carolina – Garibaldi

Quanto: R$109,50

dsc_5600

O Dona Carolina não utiliza fritura em seus preparos, então esse filé à milanesa é, na verdade, assado. O prato de massa gratinada com filés é para duas pessoas e vem muitíssimo bem servido. Pedindo-se uma entrada ou uma salada, serve tranquilamente. Uma delícia.

 

Talharim ao molho de galinha caipira

Cobo Wine Bar – Bento Gonçalves

Quanto: R$ 35,00

dsc_1465

Voltarei ao Cobo Wine Bar para repetir esse prato quantas vezes puder – e beber, naturalmente. A acertadíssima receita de talharim ao molho de galinha caipira do chef Rafael Della Vecchia tem sabor caseiro. Massa fresca, feita na casa e cortada à mão. Do ponto ao molho, apenas espetacular pela simplicidade.

 

Tonnarelli cacio e pepe

Felice a Testaccio – Roma

Quanto: € 18.00

dsc_8437

Uma delícia que também cativa pela hipnotizante simplicidade. O Tonnarelli Cacio e Pepe é uma receita tipicamente romana que leva tão e somente massa, queijo pecorino e pimenta do reino. O segredo é a misturada que o garçom dá diante do cliente. O resultado é indescritível.

 

Tortellone artesanal aos camarões

Magnólia – Canela

Quanto: R$ 56,00

magnolia-tortellone

Se eu tivesse que descrever o Magnólia em apenas uma palavra, ‘experiência’ seria o termo ideal. Entre tantas especialidades da casa, surpreende o frescor do tortellone artesanal de limão siciliano e muçarela de búfala com camarões, tomate e manteiga de tomilho. Leve, delicioso e uma baita porção.

Boa surpresa no Casa Emiglia Ristorante

Já contei aqui no blog como a Nella Pietra arrasou em Bento Gonçalves com uma pizza de ingredientes nobres e sabores surpreendentes, mas os tempos mudam conforme a banda toca e a pizzaria agora é o aconchegante Casa Emiglia Ristorante. Uma casa de massas e filés com bons vinhos e uma cuidadosa decoração rústica. Mesmo endereço, outra ideia.

dsc_1626O número de mesas foi reduzido para atender o cliente com ainda mais delicadeza. São três salões com bastante privacidade. O nível térreo é ideal para casais ou pequenos grupos. Os demais espaços acomodam bem grupos maiores.

dsc_1629O colorido dos pratos encanta de primeira. Além de uma página só de aperitivos, a salada mediterrânea é uma das sugestões de entrada e foi servida perfeitamente fresca. R$ 26,00.

dsc_1651

Todas as opções do menu servem duas pessoas, mas você pode pedir meias porções, como eu fiz, aproveitando mais as massas e filés da casa. Por recomendação da cozinha, provei o ravióli de brie e figos, de toque adocicado que harmoniza perfeitamente com o molho de tomates confitados e lascas de pecorino. Massa fresca feita na casa, o que faz toda diferença no sabor. A porção inteira por R$ 89,00.

dsc_1642

Complementamos com um arrasador Filé Abraçadinho, uma invenção espetacular que entra para a lista de boas carnes em Bento Gonçalves. Consiste em um embrulho de queijo precisamente tostado e que abraça o filé. Por cima, molho de tomate da casa e um molho verde especial. A porção para dois, por R$ 95,00, acompanha arroz e pão caseiro assado na palha de milho.

dsc_1656

Agora atente para a carta de sobremesas – é um escândalo. A torta de sorvete que a pizzaria já servia virou Semifreddo Emiglia: três chocolates e calda de morango. R$ 22,00.

dsc_1653

Exageradamente delicioso é, também, o Gateau da Casa Emiglia. Sobre um bolinho quente de chocolate, o sorvete de creme, biscoitinhos amanteigados, morangos frescos e calda de chocolate. Nunca vi minha filha tão radiante. São R$ 26,00.

Se você chegou até aqui vai gostar de saber que o ristorante abre às segundas-feiras, o que é uma reclamação clássica de todo morador de Bento Gonçalves!!! Também de quarta à sábado, sempre a partir das 19h.

 

Casa Emiglia Ristorante

Quinze de Novembro esquina com Herny Hugo Dreher

Bento Gonçalves

Telefone: (54) 3125-0505

Abre às segundas e de quarta à sábado, a partir das 19h

Facebook: clique aqui!