Arquivo da categoria: Sem carne

Cooking class Amrit: pratos veganos e proteicos

Essa semana, o Culinarismo trocou os salões dos restaurantes pela cozinha da Amrit, porque conhecer e valorizar os alimentos é útil para o dia a dia e para trazer os melhores roteiros ao blog. A Kelly Todescatto, além de nutri, é professora de yoga e estudiosa da medicina Ayurvédica. Suas aulas de culinária são um convite à reflexão sobre o poder dos alimentos na nossa vida. E não apenas sobre a comida, mas sobre a energia que alimenta nosso corpo.

IMG_7489

Levei a Joana comigo para um curso de leguminosas como opção proteica e vegana. É bem importante abrir espaço para as crianças na cozinha, permitindo que elas ajudem de acordo com suas habilidades e participem dessa alquimia que é transformar ingredientes em receitas. Aos seis anos, pelo menos lá em casa, a Joana já pode se envolver em todas as etapas que não envolvam facas.

IMG_7493

Na aula da Amrit, a pequena ajudante de Culinarismo colocou o dedinho em todas as receitas, incluindo essa delícia de sopa que teve a receita especialmente cedida pela Kelly para o Culinarismo. É ultrassimples e fica uma delícia.

Creme Vermelho de ervilha partida 

  • 1 xíc de ervilha partida
  • 1 beterraba média
  • 1 tomate
  • 1 cebola
  • ½ colher de chá de gengibre em pó
  • 1 folha de louro
  • Sal e pimenta a gosto

 

Modo de preparo:

Cortar em pedaços as hortaliças, em uma panela cozinhar todos os ingredientes por cerca de 30 minutos, retirar a folha de louro no final. Processar ou liquidificar.

 

Dica da nutri: o empratamento pode ser finalizado com algum óleo prensado a frio, para melhorar a biodisponibilidade de nutrientes solúveis em gorduras. 

 

A aula de leguminosas também teve outras delícias:

IMG_7512

Grão de bico à baiana

IMG_7519

Falafel

IMG_7525

Refogado de cogumelos

IMG_7529

E biscoitos de amendoim…. tudo sem glúten, sem lactose, sem ingredientes de origem animal.

A Amrit tem uma programação bem variada de oficinas e também o serviço de personal cooking para quem planeja uma reeducação alimentar completa: introdução de novos hábitos, planejamento familiar, bases culinárias e substituições.

Segue a Amrit no Facebook pra acompanhar a programação. Clique aqui!

O menu Del Pomodoro adaptado a intolerantes e vegetarianos/veganos

A cozinha da nona italiana, que os restaurantes da Serra Gaúcha tão bem reproduzem, é aconchegante e farta, mas inacessível a uma parcela considerável de pessoas que convivem com a intolerância à lactose ou glúten, sem contar quem não come carne ou é totalmente vegano. O Restaurante Del Pomodoro pensou nisso e adaptou sua sequência tipicamente italiana para servir o máximo de opções possíveis aos clientes com restrições alimentares.

IMG_7294

A ideia é muito boa porque, em geral, essas pessoas acabavam sem chance de provar a maior parte dos pratos de uma sequência e a experiência delas acabava não sendo completa. Agora vejam comigo tudo o que o Del Pomodoro fez pra servir melhor clientes com diferentes necessidades. O restaurante fica junto à Casa do Tomate, nos Caminhos de Pedra, e o fio condutor do cardápio, como o nome entrega, é o bom e velho tomate – esse, sim, vai em praticamente tudo.

IMG_7261

Na abertura dos trabalhos, pra acompanhar a caponata, a pasta de tomate seco e o molho de bruschetta, a casa serve um pãozinho sem glúten nem lactose fornecido pela Domus, de Bento Gonçalves.

IMG_7265

A caprese clássica da casa aqui vem sem a muçarela de búfala.

IMG_7267

Depois começa aquela festa gastronômica e a mesa vai ficando cada vez mais cheia de pratos. A fortaia, aqui, é um omelete suculento – sem queijo e sem salame – pra atender vegetarianos e intolerantes a lactose. Veganos podem se fartar na polenta com molho de tomates.

IMG_7277

O arroz bem temperadinho é servido sem bacon, somente tomates e o açafrão que deixa seu perfume no ar. Pimenta a gosto.

IMG_7273

Essa, pra mim, é a especialidade da casa e o Del Pomodoro também acha que todo mundo deve provar. Originalmente, o tomate seria recheado com bacon, molho branco e espinafre, mas a casa fez diferentes adaptações pra poder servi-lo a todos os clientes.

IMG_7283

A massa sem glúten nem lactose, também da Domus, vem ao molho de tomates, sem queijo e sem carne. IMG_7267Minha melhor amiga é intolerante a glúten e lactose. Pensei nela em cada minuto desse almoço….primeiro, pela saudade, porque moramos longe uma da outra. Depois, porque fiquei imaginando ela farta e contente por ter podido comer tanta coisa. <3

IMG_7290

A sobremesa pode ser figos da casa em calda, mas eu não pude resistir ao arroz doce que vagenos e intolerantes à lactose não comeriam. É porque foi a sobremesa da minha infância <3

E assim foi. O preço do almoço adaptado é o mesmo para clientes habituais: R$ 45,00 a refeição completa (sem bebidas).

 

Ristorante Del Pomodoro

Nota no Google: 4,4 de 5,0

Nota no Foursquare: 8,5 de 10

Nota no Trip Advisor: 4,5 de 5

Caminhos de Pedra, distrito de São Pedro, Bento Gonçalves

Aberto diariamente, das 11h30min às 17h

Facebook: clique aqui!

Um burguer artesanal que é maremoto de sabor

Juliana e Henrique primeiro cansaram das profissões de oito horas diárias em escritório e investiram tudo no projeto de um trailer de burguers artesanais. Depois, cansaram de estar longe da família e voltaram de São Paulo para Bento Gonçalves – trazendo junto o trailer. Sorte nossa, porque assim pudemos conhecer essa explosão de sabores e ingredientes nada usuais que se misturam no Maremoto Hamburguer Artesanal.

12108714_1197665570246304_65869653105787950_n

Conheci por indicação, porque eles estão atendendo há apenas três meses na Serra Gaúcha, participando de eventos de rua esporadicamente, mas, principalmente, atendendo via tele-entrega para almoço e jantar. São 14 sabores de burguers tradicionais, especiais e os incríveis vegetarianos que são re-al-men-te surpreendentes.

Muitas das receitas desenvolvidas pelo Henrique – com todo o apoio administrativo e marqueteiro da Juliana, claro – levam o nome de rotas conhecidas pelos motociclistas. Provei três deles, que vêm acompanhados de uma deliciosa maionese caseira verdinha e com aquela pegada de alho.

DSC_0412

Peguei o campeão de vendas Rota 66 pra conferir se é mesmo tudo aquilo que tinham me contado. E realmente é. O pão australiano dá todo um adocicado ao recheio substancioso de hambúrguer, cheddar derretido, bacon e cebola refogada no shoyu. Se você ficar em dúvida do que pedir, vai nesse com certeza. R$ 22,00 é o preço.

DSC_0427

O Rota 9 também é uma delícia com referências uruguaias e preço de R$ 20,00. O cheirinho de chimichurri vai longe e a combinação com pimentões e cebola na chapa deixa a receita bem rústica. Os hambúrgueres usados pelo Maremoto são bem generosos. Lembre de pedir bem passado se você não tolera aquele vermelhinho na carne.

DSC_0408

Aliás, se você não tolera carne nenhuma pode investir sem medo nas opções vegetarianas do Maremoto. Comi o Imigrantes e fiquei surpresa com o hambúrguer de falafel, que é uma mistura de grão de bico com especiarias. Não foi a primeira vez que provei hambúrguer de grão de bico, mas esse estava crocante e bem fritinho. Combinado com antepasto de berinjela e abobrinha, pimentões, uvas passas e castanhas, cebola e queijo branco fica uma coisa de louco. Tudo no pão de chia.

O Maremoto não tem ponto fixo – ainda – mas isso não é problema.

Peça pelo face: aqui!

Peça pelo site de delivery: aqui!

Um caso de amor irremediável: Amora Sabores Especiais

Um fato: em se tratando de alimentação, existe um público cada vez maior para comida fresca e ingredientes de qualidade. As pessoas não querem mais pagar apenas por um prato de comida, mas por um serviço autêntico. Isso é ótimo, pois mostra que existe demanda por novos empreendimentos e faz surgir no mercado lugares incríveis como o Amora Sabores Especiais. Inaugurou essa semana em Bento Gonçalves e tratei de fazer logo minha exploração gastronômica, porque os primeiros depoimentos a respeito não deixaram dúvida de que seria uma bela experiência.

IMG_7028

Na verdade, não se trata de um restaurante, mas um bar e lanchonete com proposta totalmente inédita em Bento Gonçalves. Registre-se mais uma vez: totalmente inédita. O conceito de comida saudável é realmente levado a efeito e dá pra perceber a pesquisa, o cuidado e a coerência da proposta em todos os detalhes.

IMG_7039

Que ambiente mimoso! O verde e o reaproveitamento de materiais aparecem em todos os cantos – desde os porta-guardanapos até a pia do banheiro (essa imagem deixei para a curiosidade do leitor…vai ter que ir ao Amora pra conhecer o banheiro).

IMG_7026

O cardápio é balizado, sem dúvida, pela máxima “Comer bem faz bem”. No balcão, algumas opções de lanches rápidos pra quem está com pressa, mas tudo saudável também. Os pasteis são assados e integrais e os quiches são superleves. Tem opções pra quem é vegano, vegetariano, intolerante a glúten, a lactose e tudo mais! A única chance de você não encontrar nada no cardápio é se estiver procurando fritas (risos!). Ah, esqueci de mencionar que o Amora tem uma hortinha orgânica de onde saem os temperos e folhas frescas das receitas!

IMG_7052

Indecisa, fiquei de olho no sanduíche com pão de beterraba que vi saindo pra mesa ao lado, mas acabei pedindo tapioca e crepioca, que são o carro-chefe do cardápio. Quem não está acostumado com esse prato da culinária nordestina pode começar pelas crepiocas, como essa de frango cremoso da foto. A diferença é que leva claras de ovo e fica com um sabor mais próximo a de omelete recheado. R$ 13,90!!!

IMG_7058

Eu, que não estava afim de carne, pedi uma tapioca de cogumelos frescos…corações pra isso <3 <3 <3. Para o nosso paladar, tão adaptado às comidas pesadas e salgadas da Serra Gaúcha (que também adoro, sem melindres de confessar), é uma experiência bem diferente estar diante dos sabores reais dos alimentos. Digo isso porque senti que a cozinha usa pouco ou quase nada de sal nos preparos. Simplesmente adorei. R$ 15,90 esse!!!!

IMG_7048

Pra beber, foi uma completa indecisão, porque tem muitas opções geniais, como sucos funcionais, chás especiais, cerveja sem glúten e refrigerantes orgânicos (!!!). Como não dava pra pedir tudo, fui no smoothie de frutas vermelhas com leite de amêndoas da casa. Uma coisa de outro mundo, com frutas frescas.

IMG_7063

Para a sobremesa, tapioca de morangos com creme de avelãs e alfarroba – aquilo que lembra chocolate, parece chocolate, mas não é chocolate.

 

IMG_7070

E um delicioso petit gateau de farinha de aveia e cacau zero açúcar, com calda de amora e sorbetto orgânico de amora (sem lactose). Não está no cardápio, então fica a dica de acompanhar o face do Amora para aproveitar as ofertas de ocasião. Agora, repara no detalhe do café, que também é orgânico. Toda a visita teria valido a pena somente por isso! Pra uma pessoa como eu, que simplesmente AMA café, essa foi a descoberta do ano. Tanto que convenci as garotas do Amora a venderem um desses pra mim e na verdade acabei levando dois!!!

IMG_7029

Gente, comer saudável não é tão caro, não. Todo esse desfrute para duas pessoas saiu por R$ 60,00, mas no dia a dia você consegue tranquilamente fazer um lanche saudável com R$ 15,00 ou menos.

IMG_7031

O friozinho está demorando a chegar, mas já me vejo esparramada no sofá, curtindo um sábado de inverno na frente dessa lareira. Guardem meu lugar aí, voltarei em breve!!!

Amora Sabores Especiais

Avenida Planalto, 816, bairro São Bento, Bento Gonçalves

Aberto de segunda a sábado, das 15h às 20h

Contato: 54 3702-3519

Facebook: acesse aqui!

 

Mix, aliviando as gordices em Gramado

Gramado tem tudo quanto você possa imaginar em se tratando de gastronomia. Um fim de semana por lá invariavelmente envolve ganhar algum peso. Não tem como – nem faz sentido – escapar de um bom fondue ou da envolvente culinária mediterrânea, que tem tantos representantes nas Hortênsias. A boa notícia é que, nos intervalos entre um excesso e outro, tem como fazer uma refeição fresca, saudável e barata.

DSC_4487

Estrategicamente localizado na avenida das Hortênsias, o Mix – Saudável com Sabor é uma mistura de lanchonete fitness com loja de alimentos naturais. Com muitos fãs entre a população local, entrega saladas no pote e lanches saudáveis a duas rodas – incluindo hotéis, se você quiser desfrutar de um almoço rápido sem sair do quarto.

DSC_4484

Além do cardápio fresco preparado na hora, o Mix, repetindo, também funciona como lojinha de snacks saudáveis e ingredientes para você preparar o seu cardápio fitness em casa. Pra quem está só de passagem, vale a pena sentar e provar as opções do cardápio, com preço bem vantajoso para o padrão Gramado.

 

 

DSC_4473

Essa salada de alface, rúcula, tomate, azeitonas, ricota, finas fatias de pepino e parmesão custou somente R$ 11,00. Fiz a excentricidade de pedir uma porção extra de proteína e quase não consegui terminar o almoço, tão bem servido que era. Essa é uma opção para todas as saladas. Por R$ 4,00, você pode acrescentar frango, filé mignon, proteína de soja, calabresa ou lombo.

DSC_4478

Ah, no Mix você não apenas curte várias opções saudáveis, mas também aprende na bandeja. Adoro!

DSC_4476

Pra quem não está afim da saladinha ou prefere uma refeição quente, a casa tem quase 10 opções de wraps. Esse aí é picantemente delicioso: filé grelhado, cheddar, alface americana e molho acebolado com tomates levemente picantes! R$ 14,00.

DSC_4482

E pra não dizer que a experiência não foi completa, tive que provar o açaí da casa, que custou R$ 8,00 e foi aprovadíssimo. Bem gelado, com granola e banana. Hehe 😉

Gramado não é só gordice, gente! Aliás, Bento Gonçalves também não…mas esse é assunto de um próximo post. Beijo, fui comer!

 Mix – Saudável com Sabor

Avenida das Hortênsias, 2112, loja 1

Aberto de segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados, das 10h às 18h

(54) 3294 1224

Facebook: clique aqui!

Flower Power: comida vegana com amor e com sabor

O histórico de postagens desse site revela claramente minha dieta carnívora. Sou bem adepta a um churrasquinho malpassado e às vezes chego a sonhar acordada com as parrilladas que devorei em Buenos Aires. Mas tudo é uma questão de estar aberto a novas experiências e novos sabores. Comida vegana? Pode ser uma opção saborosa e nutritiva até para pessoas com dietas como a minha. Em Buenos Aires mesmo, quando precisei aliviar a orgia gastronômica, conheci o PicNic – um fastfood vegano no coração da tumultuada Rua Florida.

eu

A boa notícia é que não precisa ir tão longe para provar uma culinária saudável e feita com ingredientes locais. Na verdade, não precisa sequer sair de casa. Meu caso com a Flower Power foi amor à primeira vista e, por isso, estou comprometida a disseminar essa ideia. Afinal, esse negócio familiar leva pras pessoas lanches veganos feitos com carinho e uma dose extra de sustentabilidade.

A premissa da Flower Power é preparar comidas simples e saborosas com o máximo de ingredientes orgânicos. Como toda a comida vegana, os produtos têm 0% lactose e eles também oferecem muitas opções sem glúten também. Tudo é feito na propriedade do casal, no interior de Garibaldi.

O cardápio é composto basicamente por pizzas e pastéis integrais; hambúrgueres; molhos especiais e o lanche da semana – feito sempre com os ingredientes frescos disponíveis. Para esse post, pedi um combo com um pouquinho de cada coisa. Um aspecto importante da Flower Power é o tempero usado nos preparos. A comida vegana deve ser o mais natural possível e não pode estar carregada de sal. Por isso, às vezes o resultado acaba sendo insosso e sem graça. Mas na Flower Power, não! Um dos sócios é colombiano e trouxe pras receitas o toque especial dos sabores sul-americanos, como o chimichurri, que tempera muitas das comidinhas.

DSC_2662

O lanche da semana varia de R$ 3,00 a R$ 6,00. Esse da foto é um pastel assado de legumes com massa integral – custou R$ 3,50. É o preço de um salgado de padaria, com uma diferença gritante de sabor e o principal: é um presente pro seu corpo.

CSC_2682

Os hambúrgueres da Flower Power são uma opção prática e de baixo valor calórico. Uma caixa com quatro unidades custa R$ 10,00 e eles vêm congelados pra você preparar rapidinho a qualquer momento (mas não vale fritar no óleo, né). Todas as opções são livres de glúten. Esse da foto acima é o de lentilha, com uma massa consistente e mais pesada.

DSC_2667

O de grão de bico é superleve fica perfeito com um toque de chimichurri, que a Flower Power também faz e vende em vidrinhos de 200 ml. A casa também vende pesto de manjericão e maionese vegana com salsinha (que estou curiosa pra provar).

CSC_2681

Se você já comprou hambúrguer de soja industrializado, esqueça aquela aparência e sabor estranhos. Esse foi o meu preferido da Flower Power. Bem temperado, tem um fundinho de pimentão e você nem pensa que está comendo soja.

DSC_2680

Para mim, a prata da casa são as pizzas integrais – que também podem ser feitas com massa sem glúten se o cliente preferir. É uma pizza grande, do tamanho de uma forma média retangular e custa R$ 20,00. Essa que provei era meia napolitana meia fugazza (cebolas salteadas). O queijo leve que vai por cima é feito na propriedade e obviamente é vegano. Além desses que comi, também há outros sabores: Crioula (pimentões, cebola e pimenta vermelha); Legumes da estação; Champignon ao alho e óleo; e Proteína de soja com cenoura, pimentão e azeitona.

A Flower Power não tem local físico. A ideia é exatamente entregar os produtos na casa das pessoas, mas também existem alguns parceiros – como a Tabacaria Benvenutto, de Garibaldi – que vende os pastéis de forno integrais. As entregas são feitas apenas uma vez por semana: nas quintas à tarde em Garibaldi e Carlos Barbosa e nas sextas à tarde, em Bento. Pra encomendar, a maneira mais fácil é via Facebook mesmo.

Flower Power

Encomendas pelo telefone  (54) 9138 2684 ou pelo Facebook – clique aqui.