Arquivo da categoria: Serra Gaúcha

DiPaolo em pequenas porções  

 

Mais oportunidades de aproveitar o DiPaolo de um jeito econômico e sem pesar na dieta.

DSC_3437

A Casa DiPaolo Bento, aquela da Pipa Pórtico, espera aumentar em 20% seu movimento com uma novidade lançada ontem: porções rápidas e econômicas. Então, além do consagrado rodízio, a partir de maio você pode desfrutar do DiPaolo montando seu próprio cardápio.

DSC_3451

Podem ser entradas, saladas, carnes, massas e acompanhamentos com preço individual, de R$ 10 a R$ 80. Você escolhe o que quer e cria um almoço ou jantar ideal pro tamanho da fome. Eu, no lançamento, provei basicamente todos os itens do cardápio pra atestar mesmo a qualidade (risos).

DSC_3446

DSC_3443

Entrada (tábua de frios, gran formaggio e sopa de capeletti); Saladas (siciliana, radicci com bacon e salada de batata com maionese);

DSC_3455

DSC_3456

Carnes (galeto ao primo canto, filé mignon, entrecot, picanha, cordeiro e peixe congro);

DSC_3457

Massas (spaghetti, tagliarini, tortéi e nhoque – acompanhados dos molhos tradicional, tomate seco, funghi, nocciole, quatro queijos, alho e óleo, bolognese e pesto);

Acompanhamentos (arroz branco, batata frita, polenta frita ou brustolada e queijo à dorê).

 

Casa DiPaolo Bento

BR-470 / Km 217 (ao lado da Pipa Pórtico) – Bento Gonçalves (RS)

Aberto diariamente das 11h30min às 15h30min e de segunda a sábado, das 19h às 23h

 

Facebook: @casadipaolobento

Instagram: @casa.dipaolo

Sabor da família Tomasi no Addolorata Culinária Italiana

Addolorata foi o primeiro nome da comunidade do interior de Bento Gonçalves hoje chamada Tuiuty, onde está o roteiro turístico Vale do Rio das Antas, que tem como atração principal a imponente estrutura da Vinícola Salton.

DSC_3247

Addolorata é, também, o novo empreendimento gastronômico do distrito onde você poderá encontrar a figura lendária do agricultor Nei Tomasi, uma figura que representa como ninguém o imaginário coletivo do colono da Serra Gaúcha – com seu chapéu de palha, a camisa xadrez e seu tuc tuc que já levou milhares de turistas por passeios entre os parreirais.

DSC_3222

O restaurante, recém-aberto ao público, traz a legítima sequência gastronômica da Serra Gaúcha com o diferencial da simpatia com que a família Tomasi envolve o visitante. As filhas tocam o negócio com ajuda da mãe, enquanto Nei Tomasi cumpre seu papel de anfitrião no salão.

DSC_3217

DSC_3216

A fartura começa logo na chegada, com a mesa de queijo, salame e um torresmo fresquinho produzido na vizinhança.

DSC_3230

A decoração é uma graça, com crochês em diferentes técnicas feitos pela matriarca Tomasi e enquadrados com carinho como homenagem à nona. Quando a sequência de pratos começa, é aquela festa…

DSC_3233

A sopa, o pão e o pien, especialmente encorajadores nesses primeiros dias de frio na Serra Gaúcha.

DSC_3240

A salada que a gente come só porque radicci com bacon lembra a casa da vó (risos)

DSC_3244

E aquela sucessão de massa à carbonara, carne de panela, costelinha de porco, tortéi, fortaia.

DSC_3246

Aí está o melhor entre os melhores da casa: polenta mole recheada com salame e queijo ao molho de carne. Ocasionalmente, aqueles que ainda aguentarem podem desfrutar da sobremesa.

É tudo feito com carinho e a gente sente a alegria dos anfitriões em receber. A polenta, o tortéi, as massas e vinhos são uma produção da agroindústria familiar, o que dá ainda mais significância à refeição. Tudo acontece na propriedade da família, que recebe os visitantes para almoço e jantar sob reserva.

 

Addolorata Culinária Italiana

Aberto para almoço e jantar, sob reserva. Casais ou famílias pequenas podem ser encaixados em grupos maiores

Reservas: (54) 99925-5137

Facebook: clique aqui!

Osteria Del Valle: assemblage de influências, cardápio cativante

Será mesmo que nada pode me surpreender em se tratando de gastronomia na Serra Gáucha? Talvez, de fato, haja muitos e muitos restaurantes da famosa “sequência tipicamente italiana”, mas esse que tem o toque e a assinatura do chef Álvaro da Silva é como uma nova história pra contar.

DSC_3293

A Osteria Del Valle surgiu para dar uma chacoalhada no lado B do Valle dos Vinhedos, o acesso pelo bairro Glória que não é o mais badalado, mas dispõe das mesmas belíssimas paisagens, vinícolas e outros pequenos estabelecimentos. É anexo à vinícola boutique Peculiare e tem uma excelente sequência marcada pela mistura de influências, como o próprio nome entrega: Cucina de Fusione. É uma espécie se assemblage entre elementos italianos, contemporâneos, campeiros e até franceses.

DSC_3256

De cara, preciso fazer menção ao atendimento, desde a recepção até a impecável destreza do maitre e sua carta de vinhos, que privilegia a produção da vinícola Peculiare.

DSC_3261

Você sente o prenúncio de um menu memorável quando o pãozinho da entrada é de fermentação natural: fresco, macio, aromático. É apenas o começo da sequência que vou resumir aqui com as fotos dos meus pratos preferidos.

DSC_3264

Você acha que capeletti é tudo igual? Pois aqui ele é delicadamente recheado com pato.

DSC_3268

 

Esse é o risoto de cordeiro, que precisei repetir ao final (inacreditável eu ter conseguido o feito) tamanho sabor.

DSC_3273

O tortéi também não é um tortéi qualquer, porque seu recheio mistura charque à moranga, sendo servido apenas com manteiga clarificada.

DSC_3282

Para o sorrentino de rabada, um delicioso molho de vinho tinto. Cabe mencionar que as massas são feitas na casa.

DSC_3279

Mais um risoto, dessa vez de amêndoas e pecorino…

DSC_3278

…e o tortellini de mozarella de búfala ao molho caprese.

DSC_3291

Para sobremesa, fuja do tradicional sagu com creme provando o creme bruleé maçaricado na frente do cliente. <3

 

Osteria Del Valle

Via Trento, 1438-1610, Bento Gonçalves

Aberto de quinta a domingo, das 11h às 16h

Facebook: acesse aqui!

 

Caxias: um bar secreto pra chamar de seu!

Bares secretos eram aqueles que, especialmente em Nova York, burlavam a lei seca americana da época na calada da noite, escondidos no fundo dos restaurantes ou padarias, vendendo bebidas alcoólicas ilegalmente de 1920 até 1933. Seus clientes refestelavam-se falando baixinho, pela bebida e pelo perigo. Por isso, esses lugares ficaram consagrados como “Speakeasy” e ainda hoje atraem pelo fetiche. Em alguns só se entra com convite, outros deixam pistas para uma senha de acesso.

DSC_3314

Em Caxias do Sul, o Bar Secreto Wine & Beer intenciona a mesma aventura, mas com acesso bem mais facilitado. Ele tem fachada direta para a rua, quase como um convite à entrada. Mas não há letreiro nem luminosos…um desatento poderia facilmente passar direto sem notar a incrível experiência que o lugar oferece.

São dezenas de vinhos nacionais e importados em esquema de boutique ou outlet. É o chopp selecionado a dedo pelos donos nas melhores cervejarias artesanais do país. E o menu sazonal e dedicado à grelha da casa, mostrando a que veio em poucas e boas páginas.

DSC_3294

A receita de momentos memoráveis leva poucos ingredientes – alguns não se compram, outros valem quando custam. É como me senti no Bar Secreto Wine&Beer. O cabernet sauvignon sugerido pelo maitre, um chileno de 2012, abriu as portas de uma noite daquelas que se espera repetir em breve.

DSC_3301

 

Brie ao mel como sugestão da casa para entrada…

 

 

DSC_3316

…Enquanto a grelha trabalhava nos pedidos.

DSC_3331

O Burger Secreto tem uma receita nada secreta que consiste em tomate, rúcula, bacon e queijo. O segredo está no hambúrguer de picanha de angus que estava impecável no ponto e no sabor. Acompanha fritas: R$ 24,90.

DSC_3322

Ainda melhor que o Burger Secreto é o bife de chorizo que não precisa de nada além de uma pequena porção de farofa e umas polentinhas pra arrasar na noite. Tava suculento, tava incrivelmente macio, por R$ 32,90.

DSC_3303

Fiquei disputando bife e burger e, ao mesmo tempo, mirando o sino. Grandes noites se completam no Bar Secreto com uma forcinha da rodada dupla que o sino anuncia e que ficou para a próxima porque eu ainda estava sorvendo o tal cabernet chileno de 2012.

DSC_3336

E lá veio uma dupla delícia de waffles ao chocolate e morangos pra completar o que já estava ótimo. Obrigada, Bar Secreto, pela experiência toda. Voltarei. Voltaremos. 😉

 

Bar Secreto Wine&Beer

Avenida Rubem Bento Alves, 4575, Caxias do Sul

Aberto de terça a sábado, das 18h45min à meia noite

Facebook: clique aqui!

O restaurante de fogo do Mr Red

DSC_2841O pub abriu as portas com todo o apelo da noite, baladinha de quinta-feira, chopp gelado e galera reunida. Com um menu da semana, consegue servir uma boa quantidade de pratos combinados para o jantar, como filés e risotos. Mas existe um cantinho do menu assinado pelo chef Giordano Tarso que merece deferências. Preparos de fogo são a especialidade do chef e, na grelha do Mr Red, ele arrasa na suculência o no defumado.

DSC_2825

Provei duas das especialidades do chef e mais do que indico: recomendo! A linguiça é caseira e preparada para o Mr Red: um sabor marcante, picância moderada e ingredientes selecionados. O resultado é uma delícia de petisco para aperitivar com a novidade na carta de chopps da casa – a pilsen extra da Blauth Bier. A linguiça vem acompanhada de um pãozinho de alho fresco. Bem, bem legal.

DSC_2835

Outra delícia do Restaurante de Fogo do Mr Red é esse steak especial com batatas rústicas e arroz branco, uma baita pedida pro jantar.

DSC_2838

E, pra fechar divinamente esse jantar de  boteco, a doçura dos churros com calda de chocolate e umas frescurinhas deliciosas de hortelã e flores comestíveis.

Mr Red Bistrô Pub

Rua Herny Hugo Dreher, 356, Bento Gonçalves

(54) 3452-2250

Facebook: acesse aqui!

Páscoa na Serra Gaúcha: tem que comer bem!

Roteiro gastronômico de Páscoa? O Culinarismo tem! Preparei uma lista com SEIS indicações para o almoço no domingo de Páscoa. São todos cardápios que eu adoraria desfrutar, mas sou uma só e ainda estou tentando definir no uni-duni-tê. Escolha seu restaurante e tenha uma linda refeição em família!

OBS: indicações em ordem alfabética com preços, telefones e links pra você fazer a reserva sem complicação.

 

Addolorata Culinária Italiana

Almoço de Páscoa: 16 de abril

Onde: Distrito de Tuiuty – Vale do Rio das Antas (entre a Casa Postal e Salton)

Sobre: Um restaurante novo de gastronomia tipicamente italiana.

Menu: sequência tipicamente italiana, com tábua de frios, sopa, pien, pão, saladas, espaguete, carne de panela, tortéi, costelinha suína, polenta, fortaia, sobremesas e café.

Quanto: R$ 54,00 por pessoa

Como reservar: (54) 99925-5137 / 3458-1398 ou neste link!

 

Arte Cheff Italian Gourmet

Almoço de Páscoa: dias 14 e 16 de abril

Onde: Via Trento, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves

Sobre: Bistrô com massas feitas à mão e outros pratos da gastronomia italiana

Menu: Além dos pratos tradicionais da casa, na Sexta-Feira Santa, especial Pero Vaz de Caminha (filé de anjo, batatas, pimentões, tomates e cebola, temperados com ervas frescas, azeite de oliva português, sal e pimenta. Assado). No domingo de Páscoa, lascas de cordeiro com purê de beterraba.

Quanto: Peixe ou cordeiro: R$ 45,00 por pessoa.

Como reservar: 54 99115-5794 ou neste link!

 

Hostaria Casacurta

Jantar de Páscoa: 14 de abril

Onde: Luiz Rogério Casacurta, 480, Garibaldi

Sobre: Gastronomia italiana e francesa no Hotel Casacurta

Menu: Entrada: Vol-au-vent recheado com cogumelos frescos e salada da horta. Primeiro prato: Tortéi ao perfume de canela e amêndoas. Principal: bacalhau a moda portuguesa com batatas ao murro. Sobremesa: strudel de maçã com sorvete e calda de caramelo artesanal

Quanto: R$ 130,00 por pessoa

Como reservar: (54) 3462-2166 ou neste link!

 

My Way Cozinha Universal

Almoço de Páscoa: 16 de abril

Onde: Rua Francisco Ferrari, 656 – Barracão, Bento Gonçalves

Sobre: A cozinha do chef Maurício Crippa em interpretações tão pessoais quanto seu restaurante, no porão de casa, e sua coleção de menus do mundo.

Menu: Salada, bacalhau, carnes recheadas, risotos, massas recheadas, frutas com chocolate.

Quanto: R$ 70,00 por pessoa.

Como reservar: (54) 98118-3398 ou neste link!

 

Portus Valle Delícias Portuguesas

Almoço de Páscoa: 16 de abril

Onde: RS-444 2660, ao lado da Queijaria Valbrenta

Sobre: Restaurante contêiner com especiarias de Portugal   como os doces conventuais, salgados e pratos típicos

Menu: Entradas: os tradicionais bolinhos e folhados de bacalhau e tâmaras com bacon. Prato principal: bacalhau espiritual acompanhado por salada de folhas verdes. Sobremesas: doces conventuais portugueses, Pavlova, toucinho do Céu e rolo de laranja. Como novidade, pera bêbada com sorvete.

Quanto: Entradas de R$ 3 a R$6; bacalhau R$ 85,00. Sobremesas: entre R$ 6 e R$ 10.

Como reservar: (54) 98139-0285 ou neste link!

 

Ristorante Del Pomodoro

Almoço de Páscoa: 14 de abril, Sexta-feira Santa

Onde: VRS-855, Caminhos de Pedra

Sobre: Restaurante tipicamente italiano que tem o tomate como personagem principal

Menu: Cardápio tradicional da casa (sequência de pratos tipicamente italianos) ou, como alternativa para a Páscoa, filé de peixe ao molho de ervas finas com legumes na manteiga e complementos

Quanto: R$ 45,00

 

Programação especial Del Pomodoro para as crianças

Quando: 16 de abril

Caça ao Ninho 2017 com a presença do Coelhinho da Páscoa. De hora em hora no domingo de Páscoa: 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h. Participação gratuita.

A Páscoa da Nona, com pintura de ovos recheados de cricri às 13h30min.

Culinária para Crianças, onde a nona vai ensinar os pequenos a prepararem seu próprio cricri: às 15h30min.

Como reservar: (54) 9953-7529 ou neste link!

 

Sapore&Piacere: clube do bolo e outras novidades!

Sexta-feira é dia de bolo na Sapore&Piacere. Com o Clube do Bolo, a chef Mária Dalla Chiesa propõe adoçar o seu fim de semana em família ou reunir o pessoal do trabalho com um cafezinho delícia pra fechar o expediente. Toda sexta, um sabor diferente e um bolo entregue quentinho onde o cliente indicar. É a cara do outono!

DSC_3113

Aproveitei a visita que fiz pra conhecer o projeto e dei uma esticadinha no almoço, reafirmando a excelência do pequeno bistrô, que trabalha com os ingredientes da semana e tem uma mesa de antepastos aclamada pela clientela.

DSC_3122

A mesa de antepastos, como eu já disse, é impecável e pode muito bem valer por uma refeição. Aliás, vamos esclarecer sucintamente que o Sapore&Piacere trabalha apenas com prato do dia para o almoço (a exceção dessa semana. De 28 a 31 de março, em virtude da Fimma Brasil, o restaurante vai abrir para o almoço e jantar). Voltando aos antepastos, são sempre frescos, coloridos e sazonais, como a natureza.

DSC_3124

Você pode escolher um almoço completo, com entrada à vontade + o prato principal ou ficar apenas na mesa de antepastos – ou, ainda, pular essa primeira parte do almoço, o que é absolutamente desaconselhável.

DSC_3144

É tempo de grandes figos no Sapore&Piacere. Direto da mesa de antepastos, com quiche de queijo e moranga, estavam doces e suculentos.

DSC_3137

Como pratos principal, polêmicas à parte, estava delicioso o contrafilé com cobertura de provolone, servido com batata doce laranja (que eu simplesmente amo), farofa e brotos. Não é espetacular o colorido do prato?

DSC_3127

Pulei a sobremesa por questões ideológicas (mentira, é tentando dosar os excessos mesmo), mas elas são igualmente apetitosas. Mais adiante, ainda nesse ano, o Sapore&Piacere vai completar 10 anos no mesmo ponto, com o mesmo cuidado e sempre a assinatura da chef Márcia Dalla Chiesa.

Sapore&Piacere

Rua Dr. Casagrande, 500 – Bento Gonçalves – RS

  1. 3055-4586

http://www.saporeepiacere.com.br/

Facebook: acesse aqui!

Todos os santos têm lugar nesse bistrô em Nova Prata

Tem um bistrô muito acolhedor em Nova Prata que é o Empório São João. Um lugar dedicado a todos os santos e às lendas da música, decorado com lindos adornos religiosos no primeiro salão e um belo vitral no teto que se vê com destaque logo na entrada. Com certeza tem a ver com o roteiro religioso que é uma das oito rotas turísticas disponíveis no município. O passeio revisita memórias da cidade e suas comunidades do interior, passando pelo que há  de mais antigo e valioso em se tratando de construções e objetos religiosos, muitos dos quais chegaram à região junto da imigração alemã.

DSC_2428

Pois no Empório São João existe um cenário de anjos e santos que se misturam com uma memorabilia muito familiar e típica das famílias de descendência italiana. Todos aqueles utensílios da nona preservados da passagem do tempo e que ganham função decorativa. Um ferro de brasa aqui, uma máquina de costura acolá.

DSC_2432

Para clientes mais agnósticos, no entanto, existe um divertido segundo salão, totalmente dedicado à música e seus grandes nomes. Capas de vinil preenchem o teto criando uma constelação de grandes estrelas musicais. Sem contar as luzes cenográficas que não tive a chance de ver acesas, pois estive no empório pra almoçar.

DSC_2438

E se comida é o que interessa, vamos ao menu, que á totalmente emocional, com pratos simples batizados com nomes curiosos, como as Bruschettas do Nono ou da Paula. Eu escolhi as Sagradas Bruschettas pra abrir o almoço. A Receita tradicional com tomates frescos, aqui servida com queijo colonial. A porção por R$ 22,00.

DSC_2434

 

Harmonizou legal com o vinho da casa que fiz questão de provar. Um branco Lorena que desce redondinho na hora do almoço. Sem muita complicação.

DSC_2447

Eis que para o prato principal pedi dessas receitas que são de família, que remetem a esses tempos outonais. As folhas caindo e as pinhas carregadas inspiram a pedir o Risoto de Pinhão da Clau, servido fumegante na panelinha de ferro. Um prato simpático que leva calabresa e vinho tinto e que pode ser facilmente adaptado em casa mesmo (sem a calabresa se você estiver na legião de novos vegetarianos nascidos com a operação Carne Fraca). A porção serviu bem a duas pessoas depois das bruschettas por R$ 28,00.

DSC_2458

E, para adoçar o dia, essas tortas de sorvete de três andares que são sempre uma pedida certeira.

Um lugar bem espirituoso, bem localizado em Nova Prata e que também serve pastéis feitos na hora, massas e carnes. Vale a pena uma visita: atendimento ao meio dia e à noite.

 

Empório São João

Avenida Adolfo Schneider, Nova Prata

Facebook: acesse aqui!

Dez grandes cozinhas no Panela no Pátio, em Caxias

O forte temporal tirou do pátio o Panela no Pátio, mas isso não apagou o estilo do evento, que reúne um elenco de dez grandes chefs de Caxias do Sul, cada um com sua especialidade e a preços megaconvidativos: até R$ 25,00.

Essa foi a segunda edição do evento supercharmoso, cheio de gente bacana e com todo o charme do Quinta Estação. Uma terceira edição já está prometida para esse ano ainda. Com muito esforço, consegui dar uma bicadinha em todas as cozinhas. Algumas coisas foram memoráveis.

DSC_3010

A Escola de Gastronomia da UCS, com a assinatura do memorável chef italiano Mauro Cingolani, trouxe um rosbife com bacon no pão ciabata. Com vários molhos à escolha, coloquei uma grande dose de mostarda com mel e ficou bem delicioso. Custou R$ 20,00.

DSC_3074

Na cozinha do chef Henrique Neves, que se prepara para abrir um bistrot de vinhos em Caxias agora em abril, o ravióli de alcachofra ganhou ares de Master Chef com a espuminha de parmesão colocado com o sifão. Coisa chique, sô, por R$ 20,00.

DSC_3071

Da cozinha do Quinta Estação dividindo seu salão com o time no Panela no Pátio, o chef Vicente Perini apostou no confort food com uma generosa porção de risoto de bacalhau servido com uma deliciosa batatinha com ervas. Capricho na entrega e delicadeza de sabores por R$ 20,00.

DSC_3048

Pelos mesmos R$ 20,00, a Escola de Gastronomia Sal a Gosto trouxe um substancioso e suculento pullet pork ao barbecue servido no pãozinho com fatias de provolone. A cereja do bolo foi a mostarda reduzida com Jack Daniels. Grande receita!

DSC_3023

A cozinha étnica foi delicadamente bem representada pela chef Daniela Chedid, com uma variedade de receitas libanesas. Tinha kibe, Beirute e a tradicional doceria libanesa com uma cheirosa baclawa, mas acabei provando a Mjadra no Pote, que é uma mistura de arroz e lentilhas com um toque de cebolas caramelizadas por cima. Uma comida muito amorosa, remeteu à família – talvez pelas minhas raízes libanesas <3

DSC_3047

Os queridos da Nella Pietra Pizzaria arrasaram com a pizza expressa do chef Fábio Centenaro. Eu bem sei que pizza boa não precisa de uma infinidade de recheios. Uma marguerita bem feita é o que basta! R$ 20,00.

DSC_3033

Já difícil manter o ritmo, mas dei uma passada rápida no Mercado do Sanduíche pra rememorar grandes dias no Mercado Público de São Paulo, onde o sanduba de mortadela é um clássico. Aqui a mortadela Ceratti foi a estrela do dia – e não precisa mais nada além de um pãozinho d’água e umas fatias de queijo pra criar uma tentação irresistível por R$ 15,00.

DSC_3044

Chega de comer? Não, só uma pausa pra sobremesa. Joana, minha pequena ajudante de Culinarismo, ficou toda fã dos brownies da Doce Forma e levou um saquinho deles pra casa. Agora temos lá um estoquinho de brownies de MM’s, Stikadinho, chocolate ao leite e limão siciliano, que achei divino. Coisa mais afetiva com o atendimento querido da Simone Vanin por R$ 5,00 o pedaço.

DSC_3061

Brigadeiro é a especialidade da Márcia Callai, da Original Brigaderia. Uma infinidade de sabores e coloridos por R$ 5,00 a unidade, mas o que me cativou mesmo foi o inusitado docinho de grana padano, com seu toque salgadinho. É doido, mas é ótimo.

DSC_3080

Antes de me render à culpa, ainda passei pela banca do chef Alexandre Reolon, do Yoo Boutique, que estava flambando na hora o seu spaguetti all mare, com ostras e tudo mais. Uma generosa refeição por R$ 25,00.

DSC_3066

Entre uma prova e outra, tinha DJ, drinks e beers que adorei provar. Um conselho: não tente repetir esse exagero! Haha. Na próxima edição do Panela no Pátio, vou levar alguns ajudantes de degustação. Haha.

DSC_3016

Panela no Pátio

Para mais informações, clique aqui!

Deliciosos aromas e sabores no Ovelha Café Literário

Estou radiante com mais uma chance de botar meu livrinho embaixo do braço em Bento Gonçalves e desfrutar demoradamente de suas páginas sorvendo um espresso ou, quem sabe, no aproximar do inverno, uma grande xícara de capuccino.

IMG_8345

Tenho livros a terminar e outros a minha espera e já prevejo sábados a fio sentada no Ovelha Café Literário, que nem abriu ao público, mas já ganhou um cantinho do meu coração.

IMG_8343

Tive a honra de provar por antecipação algumas das delícias que serão servidas a partir do dia 14 de março e posso garantir: é de alegrar qualquer dia amargo. O lugar vai dividir espaço entre cafés espetaculares e tortas apaixonantes. Serão cinco tipos diferentes de grãos em preparos variados.

IMG_8357

Coisa de especialista: espressos, passados em aero press, na prensa francesa e na Hario V60, com direito a balança de precisão para o pó de café e água na temperatura exata. A temperatura da água, aliás, é uma preocupação que acompanha a qualidade dos grãos.

IMG_8366

São grandes cafés com precisão no preparo. E segura o coração porque ainda tem as tortas, sanduíches, bolos e donuts para acompanhar. Vamos aos modelos testados e aprovados:

IMG_8348

Mini naked de branquinho: delícia

IMG_8352

Torta trufada: espetáculo

IMG_8356

Três mousses: socorro

IMG_8363

Mini brownie: meu favorito!

Sabe redigindo e salivando? É como me sinto! Tudo da carta tem produção própria, até o doce de leite usado nos preparos. Para dias de moderação, também haverá pães integrais e saladas de fruta (mas não sei, não cheguei a provar nada light. Hehe).

O Ovelha Café Literário abre as portas ao público dia 14 de março: de terça a sexta, das 10h às 20h. Aos sábados, das 8h30min às 18h com brunch americano e aos domingos das 14h às 18h. 

Ovelha Café Literário

Rua Doutor Agnaldo da Silva Leal, 187, Bento Gonçalves

Informações: clique aqui!