Arquivo da tag: Cobo Wine Bar

Temporada de sopas no Cobo Wine Bar

Está começando oficialmente a temporada das lareiras, dos casacões e vinhos encorpados. Uma sopa bem feita e quentinha é bem-vinda e o inverno no Cobo Wine Bar tem uma novidade deliciosa pra ninguém usar o frio como desculpa pra hibernar. Além do menu de burgers, risotos e as elogiadas massas cortadas à mão – que você pode relembrar aqui –, a nova carta de sopas e cremes é uma boníssima pedida.

 

São cinco opções com preço camarada em porções generosas. Provei todas numa minidegustação e te conto minha preferida.

IMG_3738

O clássico creme de moranga é saboroso e adocicado.

IMG_3736

Uma ótima opção pra quem controla o consumo de carboidratos é o$ creme de batata doce com crispy de batata doce. Uma delícia.

IMG_3733

Esse é o creme verde de batata inglesa e couve, também uma delícia…

IMG_3742

…assim como o consagrado capeletti ao brodo, que não poderia faltar.

IMG_3734

Mas o meu preferido desse cardápio, certamente, foi o creme de mandioca salpicado com calabresa. Uma delícia de tempero, quentinho e reforçado.

 

Uma taça de vinho ou um flight clássico da casa acompanham muito bem. Todas as sopas custam R$ 16,00 a porção, exceto o capeletti, que fica por R$ 23,00.

 

Cobo Wine Bar
Rua Herny Hugo Dreher, 204, Sala Superior (em frente ao DallOnder Grande Hotel), Bento Gonçalves

Aberto de terça a domingo, à noite

Reservas: (54) 3701-2333

Facebook: clique aqui!

Os melhores do ano que passou

Férias foram necessárias para este blog. Andei sem inspiração e as páginas em branco ficaram pipocando diante de mim sem que eu pudesse escrever uma linha que fosse. Estafa. Quem nunca? Mas volto com fôlego renovado e agenda cheia de belos compromissos gastronômicos. Antes da maratona começar, quero enfim dividir com vocês aqueles que considerei minhas melhores descobertas em 2016. São cinco restaurantes imperdíveis – cada um com seu charme e sua filosofia. Em comum, a gastronomia descomplicada que vem com tudo em 2017, enterrando de vez a tal gourmetização.

 

#5 La Madre Cocina Mexicana

DSC_9871

Arriba muchachos! O primeiro restaurante mexicano de Bento Gonçalves chegou causando, com direito a tequileiro cara de mau e garçons fantasiados de Quico e Chaves. Vá com bom humor e em boa companhia e você terá uma noitada divertidíssima, aos embalos da sacolejante música mexicana.

 

#4 Bêrga Motta

DSC_9541

A 10 km do centro de Gramado, existe um refúgio natural que merece a contemplação. É o Ecoparque Sperry, com suas trilhas, cachoeiras e seu bonito projeto de preservação ambiental do Vale do Quilombo. Junto dele, um simpático restaurante de clima delicioso. Um rebuliço gostoso de crianças correndo e conversas animadas. É buffet e tem uns mimos como esse bolinho de arroz com banana e canela delícia!

 

#3 Cobo Wine Bar

DSC_1465

Quer estratégia mais simpática que um singelo combo de três tacinhas com variedades e vinícolas diferentes pelo preço de R$ 20,00? É o carro-chefe do Cobo Wine Bar, que inaugura com o mérito de oferecer um lugar centralizado pra você sentar e apreciar rótulos diversos. A harmonização fica por conta do menu assinado pelo chef Rafael Dellavecchia, do bistrô Arte Cheff, no Vale dos Vinhedos: massa fresca cortada a mão, burgers, comida de boteco e alguns risotos.

 

#2 China Thai

DSC_0110

De volta a Bento Gonçalves depois de 10 anos na Austrália e Indonésia, o chef Leandro Scotta criou aqui um cantinho asiático de sabores exóticos. Uma viagem para o outro lado do mundo em pratos da gastronomia chinesa, tailandesa e indonésia. A tele-entrega do China Thai vem fazendo sucesso, mas, pelo menos uma vez, indico visitar o restaurante pra conhecer o verdadeiro clima asiático e receber os cumprimentos do chef.

 

#1 Champenoise Bistrô

DSC_8795

É a menina dos olhos na rota dos espumantes de Pinto Bandeira – não somente porque extrapola os limites da culinária italiana, nem pela verdadeira obra prima servida à mesa, porque essa é apenas a ponta do iceberg. O que há de mais bonito e importante no bistrô é o que acontece nos bastidores e como os donos do negócio levam a efeito a filosofia slow food do prato à taça. Somente com menu degustação. Aberto de quinta a domingo no almoço. Aos sábados, também para o jantar.

Dia do macarrão: as melhores massas já provadas por este blog

Hoje é o Dia Mundial do Macarrão. Quem não ama, quem não lembra da nona?

Decidi comemorar a data contando pra você quais foram as melhores massas já provadas nestes três anos de Culinarismo. Isto mesmo::: semana que vem comemoramos o primeiro triênio de blog. <3 <3 <3

São sete receitas que trago em ordem alfabética pelo simples motivo de não ser capaz de ranqueá-las. Buon apetito!!! 

Kho Phi Phi

Restaurante China Thai, Bento Gonçalves

Quanto: R$ 65,00

dsc_0118

A receita tailandesa leva frutos do mar, castanhas, uma misturinha muito louca de legumes e brotos e, por que não, uma certa dose de pimenta – grau 1, no meu caso. O prato leva a assinatura do chef Leandro Scotta, de volta a Bento Gonçalves depois de 10 anos na Austrália e Indonésia. Seu cantinho asiático é uma viagem para o outro lado do mundo em pratos da gastronomia chinesa, tailandesa e indonésia.

 

Nhoque na manteiga e sálvia

Tabacaria Benvenuto – Garibaldi

Quanto: 32,00

dsc_3352

Sempre que volto à tabacaria acabo repetindo o mesmo pedido: nhoque de espinafre ao molho de manteiga e sálvia, uma bela e simples receita que permanece no menu desde a inauguração do espaço, uma linda homenagem dos donos ao avô Benvenuto. Fotos dele adornam, com destaque, a parede da tabacaria.

 

Pasta fresca com trufas negras

Mercato Centrale – Firenze

Quanto: € 20.00

dsc_8193

No Mercato Centrale de Florença, tal qual a própria cidade, os elementos do passado e do presente convivem lado a lado. Essa pasta fresca foi minha primeira experiência real com trufas em quantidade suficiente pra se sentir o sabor marcante e incomparável. A família Savini preserva desde 1920 a tradição. O sabor da trufa negra não é algo simples de descrever. A sensação no paladar é de algo terroso, apimentado, que fica na boca por muito tempo. Espetacular!

 

Pasta gratinada com filé à milanesa

Dona Carolina – Garibaldi

Quanto: R$109,50

dsc_5600

O Dona Carolina não utiliza fritura em seus preparos, então esse filé à milanesa é, na verdade, assado. O prato de massa gratinada com filés é para duas pessoas e vem muitíssimo bem servido. Pedindo-se uma entrada ou uma salada, serve tranquilamente. Uma delícia.

 

Talharim ao molho de galinha caipira

Cobo Wine Bar – Bento Gonçalves

Quanto: R$ 35,00

dsc_1465

Voltarei ao Cobo Wine Bar para repetir esse prato quantas vezes puder – e beber, naturalmente. A acertadíssima receita de talharim ao molho de galinha caipira do chef Rafael Della Vecchia tem sabor caseiro. Massa fresca, feita na casa e cortada à mão. Do ponto ao molho, apenas espetacular pela simplicidade.

 

Tonnarelli cacio e pepe

Felice a Testaccio – Roma

Quanto: € 18.00

dsc_8437

Uma delícia que também cativa pela hipnotizante simplicidade. O Tonnarelli Cacio e Pepe é uma receita tipicamente romana que leva tão e somente massa, queijo pecorino e pimenta do reino. O segredo é a misturada que o garçom dá diante do cliente. O resultado é indescritível.

 

Tortellone artesanal aos camarões

Magnólia – Canela

Quanto: R$ 56,00

magnolia-tortellone

Se eu tivesse que descrever o Magnólia em apenas uma palavra, ‘experiência’ seria o termo ideal. Entre tantas especialidades da casa, surpreende o frescor do tortellone artesanal de limão siciliano e muçarela de búfala com camarões, tomate e manteiga de tomilho. Leve, delicioso e uma baita porção.

Cobo Wine Bar, o lugar que estava faltando em Bento Gonçalves

Vinho é o elixir da vida.

Longe de mim aquela enochatice que só repele as pessoas. O que quero dizer aqui é que o vinho é muito mais do que a bebida que se bebe. É a comida que se serve junto, as risadas que acompanham, a conversa fiada e o perfume que sai das taças. Há muito tempo, o setor vinícola nacional vem trabalhando institucionalmente para descomplicar os rituais acerca do vinho e conquistar mais enoapaixonados. Continue lendo Cobo Wine Bar, o lugar que estava faltando em Bento Gonçalves