Arquivo da tag: Mauro Cingolani

Dez grandes cozinhas no Panela no Pátio, em Caxias

O forte temporal tirou do pátio o Panela no Pátio, mas isso não apagou o estilo do evento, que reúne um elenco de dez grandes chefs de Caxias do Sul, cada um com sua especialidade e a preços megaconvidativos: até R$ 25,00.

Essa foi a segunda edição do evento supercharmoso, cheio de gente bacana e com todo o charme do Quinta Estação. Uma terceira edição já está prometida para esse ano ainda. Com muito esforço, consegui dar uma bicadinha em todas as cozinhas. Algumas coisas foram memoráveis.

DSC_3010

A Escola de Gastronomia da UCS, com a assinatura do memorável chef italiano Mauro Cingolani, trouxe um rosbife com bacon no pão ciabata. Com vários molhos à escolha, coloquei uma grande dose de mostarda com mel e ficou bem delicioso. Custou R$ 20,00.

DSC_3074

Na cozinha do chef Henrique Neves, que se prepara para abrir um bistrot de vinhos em Caxias agora em abril, o ravióli de alcachofra ganhou ares de Master Chef com a espuminha de parmesão colocado com o sifão. Coisa chique, sô, por R$ 20,00.

DSC_3071

Da cozinha do Quinta Estação dividindo seu salão com o time no Panela no Pátio, o chef Vicente Perini apostou no confort food com uma generosa porção de risoto de bacalhau servido com uma deliciosa batatinha com ervas. Capricho na entrega e delicadeza de sabores por R$ 20,00.

DSC_3048

Pelos mesmos R$ 20,00, a Escola de Gastronomia Sal a Gosto trouxe um substancioso e suculento pullet pork ao barbecue servido no pãozinho com fatias de provolone. A cereja do bolo foi a mostarda reduzida com Jack Daniels. Grande receita!

DSC_3023

A cozinha étnica foi delicadamente bem representada pela chef Daniela Chedid, com uma variedade de receitas libanesas. Tinha kibe, Beirute e a tradicional doceria libanesa com uma cheirosa baclawa, mas acabei provando a Mjadra no Pote, que é uma mistura de arroz e lentilhas com um toque de cebolas caramelizadas por cima. Uma comida muito amorosa, remeteu à família – talvez pelas minhas raízes libanesas <3

DSC_3047

Os queridos da Nella Pietra Pizzaria arrasaram com a pizza expressa do chef Fábio Centenaro. Eu bem sei que pizza boa não precisa de uma infinidade de recheios. Uma marguerita bem feita é o que basta! R$ 20,00.

DSC_3033

Já difícil manter o ritmo, mas dei uma passada rápida no Mercado do Sanduíche pra rememorar grandes dias no Mercado Público de São Paulo, onde o sanduba de mortadela é um clássico. Aqui a mortadela Ceratti foi a estrela do dia – e não precisa mais nada além de um pãozinho d’água e umas fatias de queijo pra criar uma tentação irresistível por R$ 15,00.

DSC_3044

Chega de comer? Não, só uma pausa pra sobremesa. Joana, minha pequena ajudante de Culinarismo, ficou toda fã dos brownies da Doce Forma e levou um saquinho deles pra casa. Agora temos lá um estoquinho de brownies de MM’s, Stikadinho, chocolate ao leite e limão siciliano, que achei divino. Coisa mais afetiva com o atendimento querido da Simone Vanin por R$ 5,00 o pedaço.

DSC_3061

Brigadeiro é a especialidade da Márcia Callai, da Original Brigaderia. Uma infinidade de sabores e coloridos por R$ 5,00 a unidade, mas o que me cativou mesmo foi o inusitado docinho de grana padano, com seu toque salgadinho. É doido, mas é ótimo.

DSC_3080

Antes de me render à culpa, ainda passei pela banca do chef Alexandre Reolon, do Yoo Boutique, que estava flambando na hora o seu spaguetti all mare, com ostras e tudo mais. Uma generosa refeição por R$ 25,00.

DSC_3066

Entre uma prova e outra, tinha DJ, drinks e beers que adorei provar. Um conselho: não tente repetir esse exagero! Haha. Na próxima edição do Panela no Pátio, vou levar alguns ajudantes de degustação. Haha.

DSC_3016

Panela no Pátio

Para mais informações, clique aqui!

Prazeres do chefe Mauro Cingolani no Farina Park Hotel

Gente, não está fácil manter o ritmo aqui. Mil e um trabalhos estão me tomando as horas úteis do dia e não tem sobrado muito tempo para diversão. Volto em dívida com a periodicidade do blog, mas com um belíssimo jantar preparado pelo chef Mauro Cingolani no Arte In Tavola, o restaurante do Farina Park Hotel. O cardápio da casa leva a assinatura do italiano, que é diretor da Escola de Gastronomia da UCS. Nesse dia em especial, ele estava presente pra explicar todos os novos pratos que estão entrando no menu.

DSC_5660O ambiente tem um quê de rústico, o atendimento é cuidadoso e a carta de vinhos, variada. É sempre especial jantar no hotel. Mesmo quando o chef Mauro não está, a execução dos pratos é bem feita e o resultado final é uma bela lembrança pra ter vontade de voltar.

DSC_5648

O serviço começou com umas entradinhas frescas preparadas pela casa com maestria.

salada

E, logo depois, essa salada impecável de folhas verdes, manga, papaia e camarões perfeitamente ao ponto. Alguém aí já imaginou mamão na salada? Pra mim, pelo menos, foi inédito. E aprovado.

DSC_5656A torta de alho poró estava fabulosa. Essa eu repetiria quantas vezes fosse, sem peso na consciência. Os tomates e o manjericão contrapunham a massa amanteigada com um frescor delicioso. Será que dá pra fazer em casa?

DSC_5668

Como proteína número 1, serviram-nos uma panelinha de bacalhau mediterrâneo de sabor bem proeminente e uma boa dose de azeite, como manda o figurino. DSC_5674

O cordeiro ao vinho derretendo na boca encerrou com maestria o jantar. Essa é uma das novidades do menu – que, em dias habituais, virá acompanhado de risoto ou massa. DSC_5688

As sobremesas do Arte In Tavola merecem deferência especial. Essa massa folhada de maçãs servida com sorvete de nata da casa estava impecável. Eu sempre aprovo sobremesas meio quentes, meio frias.

DSC_5678Para chocólatras, a tortinha de chocolates com frutas vermelhas vale ouro, hein.

11703077_904116902999522_5031951975007303503_nA experiência no restaurante do Farina Park Hotel foi, como sempre, irrepreensível. Em verdade, parte dessa aura da casa se deve à assinatura do chef Mauro, que já rodou o mundo cozinhando. Não se trata de frescura, mas de reconhecer na autenticidade de um bom prato uma história de vida ligada à gastronomia. Ele trabalhou em Londres, Ilhas Mauricio e Bombain. Em Nova York, foi chef por dois anos em um dos principais restaurantes do Central Park. Talvez por tudo isso, Cingolani tenha a postura de um legítimo e verdadeiro chef, que cumprimenta seus clientes mesa a mesa e faz questão de ouvir suas opiniões sobre o serviço. (Imagem: cortesia Jornal Design Serra)

Ah, nesse dia 08 de agosto, o Arte In Tavola oferece um jantar especial assinado pelo chef Mauro Cingolani e harmonizado com Chandon!

Arte In Tavola

Farina Park Hotel

RST 453, Km 106 – Entre Bento Gonçalves e Farroupilha

(54) 3458-7033

Site: clique aqui!